Mortos no Havaí chegam a 93 no pior incêndio florestal dos EUA

Mortos no Havaí chegam a 93 no pior incêndio florestal dos EUA

Reprodução / Clint Hansen of Maui Real Estate Radio / TMX Havaí é atingido por incêndios florestais nos últimos dias

Subiu para 93 o número de mortos no incêndio florestal em Lahaina, na ilha de Maui,  no Havaí. É o incêndio florestal mais mortal nos Estados Unidos nos últimos 100 anos. Em 2018, 95 pessoas morreram após uma grande queimada no norte da Califórnia.

Autoridades dizem que o número de vítimas pode ainda aumentar. Isso porque as equipes de busca ainda não conseguiram chegar a todas as regiões atingidas. De acordo com o The Guardian, os cães farejadores conseguiram cobrir apenas 3% da área total de buscas.

As chamas destruíram casas, prédios e veículos na cidade turística. De acordo com a Agência Federal de Gerenciamento de Emergências (FEMA), o custo para reerguer Lahaina será de cerca de US$ 5,5 bilhões.

Autoridades disponibilizaram 1.000 quartos de hotel para pessoas que perderam suas casas e estão providenciando imóveis para abrigos temporários. Mais de 1.400 pessoas foram acolhidas em abrigos de emergência.

O desastre começou na terça-feira (8), quando um incêndio foi relatado na cidade de Kula, a cerca de 55 km de Lahaina. Para fugir das chamas, turistas e moradores chegaram a entraram no mar e tiveram que ser resgatados pela Guarda Costeira.

Fonte: ULTIMOSEGUNDO.IG.COM.BR