Vídeo: sniper atira em computador e entre reféns para parar assalto

Vídeo: sniper atira em computador e entre reféns para parar assalto

Reprodução YouTube Sniper atira em computador e salva 2 reféns

A polícia da Flórida, nos Estados Unidos, divulgou um vídeo do momento em que um atirador “sniper” de elite atirou em um assaltante de banco. O chocante das filmagens é que a bala atravessa um computador e passa entre dois reféns antes de atingir e matar o suspeito. (Veja o vídeo abaixo)

O assalto ocorreu em 6 de fevereiro, mas as filmagens foram liberadas agora. No vídeo, um homem de 36 anos tentou assaltar um Banco da América em Fort Myers e fez dois reféns em um escritório depois que a polícia se aproximou dele.

O suspeito, que afirmou aos policiais estar armado com uma bomba, usou os reféns como escudos humanos enquanto um negociador tentava persuadi-lo a se render. No entanto, ele subitamente pegou um dos reféns em um mata-leão e colocou uma faca em sua garganta, forçando os policiais a agir rapidamente.

As imagens divulgadas pelo Escritório do Xerife do Condado de Lee mostram os oficiais do SWAT posicionados do lado de fora das portas do banco, enquanto um atirador de elite preparava seu rifle apoiado no ombro de outro oficial.

O atirador mirou no suspeito, que estava parcialmente oculto atrás de um monitor de computador na sala.

“Continue conversando comigo, quero saber o que está passando pela sua cabeça agora”, disse o negociador.

Pouco depois, o atirador disparou e um tiro foi ouvido.

A bala atravessou o monitor do computador dentro do escritório do banco, atingindo o suspeito e levando-o a cair no chão. Os reféns aproveitaram a oportunidade para se afastar em busca de segurança.

Os policiais invadiram o escritório, lançando granadas de luz para garantir a segurança dos reféns e neutralizar o suspeito.

“Essas posições de tiro são rotineiramente treinadas por atiradores de elite para incidentes críticos como este”, explicou o tenente Todd Olmer do Escritório do Xerife do Condado de Lee ao lado do vídeo, descrevendo a precisão do tiro.

“Devido à exposição limitada do suspeito, o atirador fez um tiro planejado e deliberado através de um monitor de computador, atingindo o suspeito no centro da testa, matando-o instantaneamente. Atirar através de barreiras é uma habilidade treinada e praticada rotineiramente pela unidade de operações especiais de atiradores do Escritório do Xerife do Condado de Lee”, continuou Olmer.

“A bala de calibre .308 usada é especificamente selecionada devido à sua confiabilidade balística conhecida ao atravessar barreiras intermediárias”, finalizou.

Vídeo:


Quer ficar por dentro das principais notícias do dia? Clique  aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp

Fonte: ULTIMOSEGUNDO.IG.COM.BR