Site de namoro cristão exige submissão ao marido e proíbe ‘fornicação’

Casal de 1950 shutterstock Casal de 1950


O Dominion Dating, plataforma norte-americana criada pelo pastor Brandon Durham, do Texas, Estados Unidos, propõe algo diferente do que os  aplicativos de paquera convencionais costumam oferecer. Nele, solteiros cristãos podem encontrar sua cara metade, mas tudo sob as tradições definidas na Bíblia.

O acordo de adesão causou polêmica entre movimentos feministas. Isso porque o usuário tem que se comprometer com a “liderança masculina” da família, “acreditando que Deus dotou os homens com autoridade real e limitada para governar bem para o bem da humanidade”, diz o site.

Já as mulheres, ainda de acordo com os termos de adesão, devem assumir seu “domínio no lar como dona de casa e companheira, em alegre submissão a um marido”. Além disso, os casais formados através do aplicativo devem “ser frutíferos e se multiplicar”, conforme decretado na Bíblia.

E, é claro, a pureza sexual é essencial para a plataforma. Por isso, “fornicação, assistir pornografia, vestir-se com sensualidade ou falta de recato e ter pensamentos lascivos” são coisas proibidas para os solteiros.


Fonte: DELAS.IG.COM.BR