3 benefícios da vitamina C para a pele

3 benefícios da vitamina C para a pele

Andreza Melo 3 benefícios da vitamina C para a pele

A vitamina C é um nutriente hidrossolúvel e fundamental não só para o nosso organismo, como também para a nossa pele. Esse ativo, que pode ser encontrado em alimentos naturais, é capaz de deixar a pele mais bonita e saudável, além de oferecer outros benefícios. A seguir, a dermatologista Tereza Eliza Panizzi elenca mais vantagens da vitamina C.

Vantagens da vitamina C

A vitamina C, também conhecida como ácido ascórbico, é muito conhecida pelos benefícios para a imunidade, mas tem sido muito usada nas rotinas de cuidado com a pele . “Ela é uma substância antioxidante, ou seja, um ativo que inibe a oxidação das células, diminuindo a ação de radicais livres locais e pode oferecer resultados excelentes para todos os tipos de pele,” explica Tereza Eliza. Entre os principais benefícios, destacam-se:

Aplicação do produto

O ideal é que a vitamina C seja aplicada após a higienização do rosto mas antes do hidratante facial e do protetor solar. Segundo a dermatologista, ela pode ser aproveitada em forma de sérum, vitamina C em gel ou creme. Por isso, procure seu dermatologista para que seja feita uma prescrição de acordo com seu tipo de pele. Além disso, a vitamina C pode ser usada tanto de manhã, quanto à noite. “Porém, o mais indicado é que a substância seja utilizada logo no primeiro horário do dia para acompanhar o uso do filtro solar,” afirma.

Diferenças entre os tipos de vitamina C

Existem dois tipos de vitamina C: a pura e a derivada. “A principal diferença entre elas é a concentração do ácido L-ascórbico – nome químico do ativo. A vitamina C pura é a molécula do ácido ascórbico e ela promove todos os benefícios que se espera quando aplicamos a vitamina na pele, como luminosidade, clareamento, ação antioxidante e produção de colágeno, quando em alta concentração, entre outros,” afirma Tereza Eliza.

Segundo a dermatologista, os derivados da vitamina C são moléculas criadas a partir do ácido L-ascórbico, mas com estruturas diferentes. “Foram criadas para que tenham maior estabilidade e que sejam mais fáceis de desenvolver uma formulação, entretanto, não oferecem todos os benefícios que o ácido L-ascórbico possui e nem na mesma potência,” esclarece a profissional.

A profissional alerta que a escolha do produto deve ser feita após um exame dermatológico adequado para que, desta forma, o produto mais indicado para seu tipo de pele seja prescrito. O uso de vitamina C de forma errada pode causar efeitos colaterais, por exemplo, acne e dermatites.

Fonte: DELAS.IG.COM.BR