Início do inverno: confira dicas para driblar a depressão sazonal

Início do inverno: confira dicas para driblar a depressão sazonal

FreePik Início do inverno: confira dicas para driblar a depressão sazonal

O inverno começa nesta quinta-feira (20) e muitas pessoas enfrentam não apenas o frio intenso, mas também uma queda nos níveis de energia e, em alguns casos, sintomas de depressão sazonal. De acordo com dados recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que cerca de 5% da população mundial sofra com a depressão sazonal durante os meses mais frios do ano.

Patrícia Dutra, coordenadora do curso de Psicologia da Faculdade Anhanguera, explica que as pessoas são mais propensas a experimentar depressão sazonal durante os meses de inverno devido a uma combinação de fatores, incluindo a diminuição da exposição à luz solar, mudanças nos ritmos circadianos e alterações nos níveis de neurotransmissores no cérebro, como a serotonina.

“Normalmente, os grupos mais afetados neste período são aqueles que vivem em regiões com invernos longos e rigorosos, onde a luz solar é escassa, bem como pessoas com histórico pessoal ou familiar de transtornos de humor, como depressão ou transtorno afetivo”.

Para driblar essa sensação de desânimo e tristeza, Patrícia enfatiza o benefício de realizar atividades em contato com a natureza e evitar períodos de reclusão em ambientes escuros. “ É muito importante buscar a exposição à luz natural durante o inverno para regular os ritmos circadianos do corpo, pois pode ajudar a regular o humor e os padrões de sono, contribuindo para uma melhora significativa nos sintomas”, destaca.

Além disso, a prática regular de atividade física é uma ferramenta fundamental no combate à depressão sazonal. “O exercício físico libera endorfinas, neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar, além de melhorar a qualidade do sono e reduzir os níveis de estresse”, explica.

A especialista recomenda incluir pequenas atividades físicas na rotina diária, como caminhadas rápidas ou sessões de yoga, para colher os benefícios para a saúde mental.

A alimentação também desempenha um papel crucial no bem-estar emocional durante o inverno, segundo a especialista. “Priorizar alimentos ricos em nutrientes, como frutas, legumes, grãos integrais e proteínas magras, pode fornecer ao corpo a energia necessária para enfrentar os desafios do dia a dia”, orienta Patricia.

Estabelecer uma rotina regular de sono também é fundamental para melhorar a qualidade do descanso e aumentar os níveis de energia. “Manter horários consistentes de dormir e acordar pode ajudar a regular os padrões de sono e promover um descanso mais reparador durante o inverno”, aconselha.

Patrícia Dutra destaca ainda a importância de se buscar apoio social e profissional sempre que necessário. “Conversar com amigos e familiares sobre os desafios enfrentados pode proporcionar suporte emocional, assim como participar de grupos de apoio. Além disso, não hesite em procurar a orientação de um profissional de saúde mental para obter estratégias adicionais de enfrentamento”, conclui.

 Quer ficar por dentro das principais notícias do dia?  Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp 

Fonte: DELAS.IG.COM.BR