Panda-vermelho é picado por cobra de venenosa em zoológico e sobrevive

Panda vermelho é picado por cobra de venenosa em zoológico e sobrevive

Ähtärin eläinpuisto A pequena panda vermelha chamda Phoenix foi levada a uma clínica veterinária após notarem a mordida

Um panda-vermelho fêmea deu um susto na equipe do Zoológico Ähtäri, na Finlândia. Chamada Phoenix, a pequena, que é de uma espécie em extinção, foi picada por uma víbora na semana passada, sendo hospitalizada às pressas. A instalação informou que a panda sobreviveu e passa bem.

Phoenix foi levada a uma clínica veterinária na última sexta-feira (17), com sinais de desidratação. Rapidamente a equipe do zoológico notou a mordida.

No comunicado enviado à imprensa, o zoológico afirma que o mamífero estava com boa saúde para sua idade e informou que, após um check-up, retornou a Ähtäri na mesma noite.

A pequena ficou de observação na enfermaria do zoológico por alguns dias, e retornou  ao seu abrigo na quinta-feira (23), se reencontrando com o parceiro, o Pablo.

“Pode não ter havido nenhum perigo real para a vida dela, mas ela estava em mau estado”, afirma o curador do zoológico, Marko Haapakoski, em entrevista à Yle.

O zoológico fica localizado em uma região de densa mata, com frequente aparições de víboras e animais diversos que vivem ao redor das instalações. “Não sabemos ao certo quantas são, pois os recintos são bastante grandes, mas talvez uma vez por verão vejamos cobras na área”, disse Haapakoski. 

A espécie de pandas-vermelhos é classificado pela União Internacional para a Conservação da Natureza como ameaçado de extinção. Estudos apontam que a população da espécie chegue a 10 mil indivíduos vivendo de forma selvagem. As causas da extinção vão desde  impacto do desmatamento até a caça furtiva.

Os pandas-vermelhos vivem principalmente no sudeste da China e no leste do Himalaia, em altitudes que chegam a 2 mil metros. A maior parte do tempo deles são nas árvores, se alimentando de bambu, ovos, pássaros e insetos.

Acompanhe o Canal do Pet também nas redes sociais: Instagram ,  X (Twitter) e Facebook .


Quer ficar por dentro das principais notícias do dia?  Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp


Fonte: CANALDOPET.IG.COM.BR