Cientistas encontram ‘parente’ de novo coronavírus em morcegos – Saúde – iG

Divulgação Teorias de que o novo coronavírus foi desenvolvido em laboratório perdem força

Cientistas encontraram um “parente próximo” do novo coronavírus em morcegos na China, descoberta que aumenta as evidências de que o Sars-CoV-2, o causador da Covid-19 , passou naturalmente para seres humanos, sem manipulação em laboratórios. O estudo será publicado na revista científica Current Biology por pesquisadores chineses e australianos.

Segundo a pesquisa, o Sars-CoV-2 e seu novo “parente próximo” dos morcegos compartilham várias características. Há evidências de que o vírus poderia evoluir naturalmente, sem qualquer interferência artificial, para alterar seus genes.

O novo vírus, catalogado como RmYN02, foi encontrado em 227 amostras coletadas no sudeste da China, na província de Yunnan. Assim como o Sars-CoV-2, o parente próximo  tem inserções de aminoácidos nos “spikes”, os espinhos de proteína que cercam o vírus e funcionam como porta de entrada para as células humanas. 

Estas inserções de aminoácidos são responsáveis pela capacidade do novo coronavírus de causar a Covid-19. Anteriormente, eles eram considerados pouco usuais neste tipo de vírus, critério que deu força à conspiração de que o Sars-CoV-2 teria saído de um laboratório.

“Nossa descoberta sugere que este tipo de inserção, que parecia ser pouco frequente, pode, de fato, ocorrer naturalmente em um betacoronavírus animal”, afirmou o professor Shi Weifeng, diretor do Instituto de Biología Patógena de Shandong. “Há fortes evidências de que o Sars-CoV-2 não escapou de um laboratório”. 

Fonte: saude.ig.com.br/2020-05-12/cientistas-encontram-parente-de-novo-coronavirus-em-morcegos.html