Mais de 80 entidades médicas e cientificas defendem o banimento do 'kit covid', drogas defendidas por Bolsonaro

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Nesta terça-feira, 23, 81 entidades médicas e cientificas do Brasil se juntaram para a divulgação de um documento alertando sobre a gravidade da situação da pandemia do coronavírus no país e ainda para defender o banimento da prescrição de medicamentos que integram o chamado “kit covid”, que contam com drogas sem eficácia cientifica comprovada contra a doença, entre elas, a ivermectina e a hidroxicloroquina. Vale lembrar que tais medicamentos continuam sendo defendido por alguns profissionais da saúde e ainda pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido).

De acordo com informações divulgadas pelo jornal Estadão, o uso destes medicamente já resultou em cinco pacientes na fila de espera para um transplante de fígado em São Paulo, e ainda vem sendo apontado como a causa de três mortes causadas por hepatite de remédios.

 Ressaltando que as fake News acabam por desorientar os pacientes, o boletim do Comitê Extraordinário de Monitoramento do novo coronavírus, grupo que conta com a liderança da AMB (Associação Médica Brasileira) e ainda reúne várias sociedades cientificas e médicas de todo o Brasil, alerta a falta de insumos, estrutura e profissionais neste momento da Covid-19. Além disso, também é destacado que não existe nenhum tratamento precoce com comprovação cientifica contra a doença.

var vitag = vitag || {};
vitag.outStreamConfig = {
distanceBottom: 65, // 0- 120 px,
}
vitag.videoDiscoverConfig = { random: true, noFixedVideo: true }; (vitag.Init = window.vitag.Init || []).push(function () { viAPItag.initInstreamBanner(“vi_937432432”) });
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

O boletim ressalva que, “infelizmente”, drogas como a cloroquina/hidroxicloroquina, nitazoxanida, ivermectina, azitromicina e ainda colchicina, não possuem eficácia comprovada no tratamento ou prevenção da doença. Desta forma, eles defendem que o uso destes medicamentos “deve ser banida”.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

O documento conta com a assinatura de 54 sociedades cientificas e 27 associações médicas estaduais.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.COM.BR