Remédio 100% eficaz contra a Covid-19 é criado e traz esperança para o mundo

O coronavírus têm matando diariamente milhares de pessoas em todo o mundo. Para tentar diminuir esses números, as nações buscam vacinar a população o mais rápido possível para tentar diminuir o contágio pelo vírus. Mas, felizmente, um novo remédio com 100% de eficácia para o tratamento da Covid-19, em casos graves, foi desenvolvido e já está passando por uma nova fase de avaliação.

Medicamento é criado e traz esperança para a humanidade

O novo medicamento foi desenvolvido em Israel por um grupo de especialistas da empresa de biotecnologia Bonus BioGroup. Segundo informações já divulgadas, 10 pacientes foram tratados com a nova droga e, em todos os casos, o tratamento foi eficaz. Os pacientes tinham idades entre 45 e 75 anos, e a maioria possuía alguma comorbidade.

A empresa batizou a nova droga com o nome MesenCure. O principal composto do remédio são células-tronco advindas de tecido adiposo de doadores saudáveis. O remédio é passado para os pacientes através de transfusão de sangue. 

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Israel pretende estender as pesquisas

Segundo a equipe responsável pela criação do remédio, ele age diretamente nos pulmões dos pacientes, visando diminuir a inflamação do órgão. Além disso, ele promove a regeneração do tecido pulmonar e alivia os sintomas respiratórios causados pela Covid-19.

Os resultados clínicos já foram apresentados em uma conferência internacional em Nova Orleans, e os médicos estão se preparando para divulgar a pesquisa em uma revista científica. Diante de tanto sucesso, Israel pretende entrar em uma nova fase de pesquisas e estender o tratamento para mais 50 pacientes com Covid-19.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR