Demência, câncer, anemia, osteoporose e mais: o que se sabe sobre os riscos do uso abusivo do omeprazol

Por ser bem acessível e eficaz, o omeprazol se tornou o queridinho entre as pessoas com problemas digestivos. O medicamento revolucionou o tratamento do controle da acidez gástrica desde o seu lançamento, no início dos anos 90. O fármaco costuma ser prescrito por médicos à pacientes diagnosticados com refluxo, gastrite e úlceras. 

No entanto, uma boa parte da população passou a usar o medicamento de forma irresponsável e contínua, descontando no remédio a sua má alimentação e o consumo de álcool e tabaco. A dieta do brasileiro, que em boa parte privilegia açúcar e alimentos processados, acaba contribuindo e muito para problemas digestivos que acabam se tornando crônicos. 

Nesses casos, recorrer ao remédio se torna muito mais fácil do que adotar uma vida mais saudável a fim de se ver livre dos problemas de saúde. O resultado final disso pode ser desastroso, levando o paciente à outras patologias que já foram associadas ao uso contínuo e abusivo do omeprazol. 

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Demência 

O uso contínuo e abusivo do medicamento interfere na produção da vitamina B12, essencial para o sistema nervoso e também para o equilíbrio de outras funções do nosso corpo. 

Sem a vitamina B12, a capa protetora dos nervos acaba sofrendo um grande desgaste, resultando em danos cerebrais. Estudos já comprovaram que o uso desenfreado de omeprazol pode sim desencadear demência, provocada pela falta da vitamina B12. 

Câncer de estômago

Uma pesquisa feita pela Universidade de Hong Kong em 2017 revelou que pacientes que fazem uso diário do omeprazol por um período de mais de um ano apresentaram 4,55 vezes a mais de chances de ter um câncer no estômago do que uma pessoa que não faz uso do medicamento.

Anemia e osteoporose

A deficiência da vitamina B12 no organismo da pessoa também pode acarretar em uma anemia, já que a vitamina é uma das responsáveis pela produção de glóbulos vermelhos. 

Além da vitamina B12, a absorção de outros nutrientes também é prejudicada pelo uso excessivo do medicamento. Um desses nutrientes é o cálcio, criando um ambiente favorável para a osteoporose.  O recomendável é que o medicamento sempre seja usado com o controle de um profissional da saúde.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR