Coronavírus: conheça os sintomas da variante Delta, cepa 60% mais contagiosa e que já chegou ao Brasil

Dor de garganta, coriza e dor de cabeça são, atualmente, os sintomas mais referidos pelos diagnosticados com a Covid-19 no Reino Unido, que registrou a predominância da variante Delta do novo coronavírus em seu território.

Tim Spector, professor responsável por liderar a pesquisa Zoe Covid Symptom, afirma que para os jovens esta nova cepa pode se parecer muito com um resfriado um pouco mais forte do que o normal.

Os infectados pela variante Delta podem até sentir como se não estivessem doentes, porém, tal variante é altamente contagiosa e pode colocar em risco a vida de outras pessoas que, após infectadas, podem não sentir apenas um resfriado.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Por lá, toda e qualquer pessoa que venha a apresentar indícios de infecção pelo coronavírus é direcionada à realização de um teste. Porém, Spector alerta que os sintomas que antes eram comuns, como tosse, febre e a perda de olfato e paladar já não são os mais relatados, segundo dados da equipe do Zoe.

“Desde o início de maio, observamos os principais sintomas, e eles não são os mesmos”, disse ele. A mudança nos relatos dos sintomas pareceu se modificar a medida que a nova cepa avançou na porcentagem de contágio. Atualmente, 90% dos infectados do Reino Unido estão com a variante Delta, que é 60% mais contagiosa que o vírus visto no início da pandemia.

A febre ainda consta entre os sintomas mais vistos, porém, a perda do olfato deixou a relação, dando lugar à dor de garganta, coriza e dor de cabeça.

De acordo com Tim, as pessoas imaginam que estão apenas com um resfriado sazonal e seguem sua rotina normalmente, as vezes até mesmo frequentando festas, o que ocasiona a contaminação de outros indivíduos.

“A mensagem aqui é que, se você for jovem, terá sintomas mais leves de qualquer maneira. Pode parecer apenas um forte resfriado ou alguma sensação estranha, mas fique em casa e faça um teste”, diz Spector.

No Brasil, os primeiros casos da variante Delta foram registrados no final do mês de maio.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR