Varíola dos macacos: vírus é confirmado em humano e deixa o mundo em alerta para mais uma doença grave

Nos Estados Unidos, foi confirmado, nesta última sexta-feira (16), que um homem foi diagnosticado com a ‘Varíola dos Macacos’, uma doença que é rara, porém, considerada grave. Por isso, as autoridades estão analisando o caso e estudando o que pode ser feito para evitar que outras pessoas sejam contaminadas.

O homem em questão viajou da Nigéria para o estado do Texas, nos Estados Unidos, e agora está sendo monitorado. Depois de mais de 20 anos, este foi o primeiro caso da doença diagnosticado no país.

O Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), que é ligado ao Departamento de Saúde nacional e também ao estadual, localizado no Texas, aponta que esse paciente mora nos Estados Unidos e está internado em um hospital localizado em Dallas, estando isolado e seu quadro é estável.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

O CDC está trabalhando com a companhia aérea e com autoridades de saúde estaduais e locais para contactar os passageiros e outras pessoas que possam ter entrado em contato com o paciente“, informou um comunicado divulgado pela agência.

O paciente partiu de Lagos, na Nigéria, com destino a Atlanta, tendo embarcado no início deste mês e, desde que o caso foi descoberto, as providências foram tomadas para tentar impedir que o vírus se espalhe.

O CDC informou que, nesses voos, todos os passageiros são obrigados a usarem máscara, por isso o risco de que alguém tenha sido infectado durante a viagem é considerado baixo.

A doença foi descoberta na década de 50, quando houve pelo menos dois surtos. Em 2003, dezenas de pessoas foram infectadas por esse vírus nos Estados Unidos, e o objetivo agora é que isso não se repita.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR