Coquetel contra a Covid da AstraZeneca é a nova esperança do mundo; reduz casos graves e mortes

Uma notícia traz a esperança mundial na batalha contra a Covid-19. Um coquetel experimental de drogas contra a doença foi desenvolvido pela farmacêutica AstraZeneca. A combinação de medicamentos se mostrou eficaz na redução de casos graves e até mortes, para pacientes que não foram hospitalizados.

A informação da companhia aconteceu na manhã desta segunda-feira (11), através de um comunicado oficial. Os resultados da empresa de farmácia britânica ainda não receberam a avaliação de outros cientistas e  não teve publicação em revistas da área. A farmacêutica AstraZeneca é a mesma que fabrica a vacina Oxford, que no Brasil é produzida em parceria com a Fiocruz.

Esse medicamento, que recebeu até o momento a denominação de AZD7442, reduziu em até 50% o risco de a doença ficar mais grave, bem como a morte em sintomáticos. O estudo acompanhou em torno de 900 pessoas. Esse coquetel é aplicado de forma injetável, como a sugestão de proteger pessoas que, por algum problema, não estão respondendo o suficiente com as vacinas.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Uma intervenção precoce pode dar uma redução significativa na progressão para doença grave, com proteção contínua por mais de seis meses“, disse o vice-presidente executivo da farmacêutica, Mene Pangalos.

Agora, a AstraZeneca irá fazer a discussão dos resultados com demais autoridades sanitárias, sem citar quais são. A farmacêutica já fez o pedido para aprovação de emergência nos Estados Unidos, com a finalidade de ser usada como prevenção.

Comprido contra Covid-19

A MSD, também fez um pedido para que a agência regulatória dos Estados Unidos faça a autorização do Molnupiravir, o seu comprido contra a doença. Caso seja autorizado, este será o primeiro medicamento em formato de comprimido, para tratar a Covid-19.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR