Na mira dos EUA, TikTok pode se desvincular de empresa chinesa

Divulgação Tiktok está na mira dos EUA


O TikTok pode se separar da matriz chinesa para continuar funcionando nos Estados Unidos, sugere o assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow. A afirmação foi feta nesta quinta-feira (16), de acordo com a agência France-Presse. 

Leia também


“Não tomamos decisões finais, mas acredito que o TikTok irá se separar do grupo empresarial chinês para atuar como empresa independente”, disse Kudlow.

Na última semana, o presidente norte-americano Donald Trump afirmou que o TikTok poderia ser banido do país  em um movimento contra a China . A solução encontrada pelo aplicativo pode ser se desvincular da matriz chinesa. 

Atualmente, o TikTok pertence à companhia ByteDance , com sede na China. De acordo com a rede social , porém, seu CEO é americano, argumento que constantemente utiliza para negar o compartilhamento de dados dos usuários com o governo chinês.

Larry Kudlow não quis especular possíveis compradores para o TikTok , mas disse que “esta é uma solução muito melhor do que proibir” o aplicativo.

Fonte: tecnologia.ig.com.br/2020-07-17/na-mira-dos-eua-tiktok-pode-se-desvincular-de-empresa-chinesa.html