Meta, Microsoft e Epic Games se unem para criar padrões do metaverso

Unsplash/Martin Sanchez Metaverso pode ganhar padrão

Quando o Facebook mudou seu nome para Meta, Mark Zuckerberg falou em criar um metaverso que funcionasse como a internet hoje, um padrão aberto para quem quiser usar. Até agora, vimos pouco disso, mas uma nova iniciativa pretende começar a definir pontos em comum. Além da própria Meta, a Microsoft e a Epic Games fazem parte do grupo.

O Metaverse Standards Forum — Fórum de Padrões do Metaverso, em tradução livre — tem, ao todo, 36 entidades participantes. Ele vai organizar projetos práticos para criar padrões comuns. Entre esses projetos, estão ferramentas de prototipagem e hackathons.

Outro objetivo é desenvolver uma “terminologia consistente”. Como nota o Verge, nem os próprios participantes do grupo estão de acordo sobre o que é, afinal de contas, o metaverso.

A intenção, porém, não é criar o metaverso em si, como é hoje a World Wide Web, por exemplo.

Serão apenas os padrões para esses espaços virtuais operarem, o que ajudaria desenvolvedores a criar os mesmos conteúdos para diferentes plataformas, ou mesmo exportar dados de um serviço para outro.

Apple, Niantic e Roblox ficam de fora

O fórum conta com a participação do World Wide Web Consortium (W3C), principal organização de padronização da World Wide Web.

Também há empresas veteranas, como Nvidia, Qualcomm e Sony, e novatas, como a startup de pagamentos via blockchain Lamina1.

Se tem gente grande na jogada, tem quem não quis participar até o momento. Como observa o jornalista Nick Statt, do Protocol, Apple, Niantic e Roblox não estão no grupo.

A fabricante do iPhone vem investindo em tecnologias de realidade virtual e realidade aumentada, que são a base do metaverso. Já a Niantic e a Roblox têm experiência de sobra em games que se passam em mundos virtuais.

Estas e outras empresas podem se juntar ao Metaverse Standards Forum no futuro. As primeiras reuniões devem acontecer ainda em 2022.

Fonte: TECNOLOGIA.IG.COM.BR