Twitter se defende e acusa Musk de violar acordo ‘conscientemente’

Unsplash Twitter deve processar Elon Musk ainda nesta semana

Elon Musk não quer mais comprar o Twittere a rede social não ficou nem um pouco contente. Em carta enviada ao bilionário, a empresa o acusa de ter violado o acordo “conscientemente”. A companhia nega ter descumprido o combinado na negociação.

A carta foi enviada a Musk no domingo (10) e registrada junto às autoridades regulatórias na segunda-feira (11). Nela, os advogados do Twitter exigem que Musk e associados cumpram suas obrigações previstas no acordo, incluindo usar seus “razoáveis melhores esforços” para consumar a transação.

Mesmo com o aviso, a empresa se movimenta nos bastidores para processar a pessoa mais rica do mundo. Segundo fontes ouvidas pela Reuters, uma ação judicial pode ser apresentada ainda esta semana no estado americano de Delaware.

A incerteza na negociação surgiu após Musk questionar a quantidade de bots, fakes e contas de spam existentes no Twitter. A empresa alega que eles representam 5% dos chamados usuários diariamente ativos monetizáveis. O empresário, no entanto, acredita que este número é muito maior.

Analistas ouvidos pela agência de notícias acreditam que a empresa corre riscos em um eventual processo contra Musk. Ela poderia, por exemplo, ser obrigada a revelar mais dados internos. Isso poderia trazer prejuízos a seus funcionários e acionistas.

Caso fique provado que o número de contas fake representa uma fatia maior que 5%, a compra pode sair por um valor menor que o combinado.

Os especialistas ouvidos pela Reuters também consideram que a empresa tem argumentos fortes contra Musk, mas pode sair com uma renegociação ou um acordo e evitar uma longa batalha nos tribunais.

Fonte: TECNOLOGIA.IG.COM.BR