Threads: mais de 200 links suspeitos usam como isca a nova rede social

Threads: mais de 200 links suspeitos usam como isca a nova rede social

Divulgação Instagram e Threads

No último dia 5 de julho, uma nova rede social foi lançada: a Threads . A expectativa da chegada dela era tanta, que no mesmo dia a competição entre as plataformas de mensagens curtas chegou ao trending topics (temas mais comentados). E como não podia ser diferente, qualquer tema popular acaba virando isca para golpes online. Um monitoramento de registros de endereços online da Kaspersky identificou mais de 200 link suspeitos em 24 horas de mapeamento.

Fabio Assolini, diretor da Equipe Global de Pesquisa e Análise da Kaspersky para a América Latina, cita que essa reação do cibercirme é similar ao comportamento verificado no surgimento dos golpes usando como isco o lançamento do PIX no Brasil. “O Brasil é o terceiro maior consumidor de redes sociais do mundo, portanto é natural o surgimento de golpes. Os criminosos não são reconhecidos por sua ética, então usam qualquer artifício para chegar ao seu objetivo – e o mais comum é a monetização, ou seja, roubar as vítimas.”

Entre os links suspeitos, há potenciais golpes que visam a venda de seguidores para a nova rede social e mensagens de phishing para roubar logins e senhas. Lembrando que o registro de um endereço de internet é o primeiro passo para um esquema fraudulento, que pode ser um golpe de phishing ou para infectar o dispositivo com um malware. Entre os endereços suspeitos identificados pela Kaspersky estão:

comprarseguidoresthreads .net

login-threads. com

login-threads .net https:///threadslucrativo .store
(confirmado como golpe) threadscoin .world https:///threads-coin .net

Ao analisar esses endereços suspeitos, a equipe de investigação da Kaspersky já conseguiu confirmar o primeiro golpe em português. Neste esquema fraudulento, os criminosos oferecem um salário de R$ 12 mil para as pessoas curtirem e comentarem os posts na nova rede social se a vítima comprar a licença do app “Threads Lucrativo”, que é oferecido por R$ 147 – e há indícios que este golpe está em circulação desde o último dia 7 de julho.

O esquema descrito acima é o mesmo usado pelo Golpe da Shein reportado pela empresa recentemente. “É importante destacar que essas promessas são golpes que usam o nome da rede social! Caso alguém aceite a extorsão, perderá o dinheiro e não receberá dinheiro nenhum”, alerta Assolini.

Os especialistas da Kaspersky ao redor do mundo também encontraram golpes explorando o tema. Entre alguns exemplos, destacam-se páginas de phishing tentando se passar por uma versão web do Thread.

Para evitar mais vítimas desse golpe, a Kaspersky recomenda:

Aplicativo já acumula milhões de seguidores


Fonte: TECNOLOGIA.IG.COM.BR