Covid-19: saiba quais países têm restrições para brasileiros

mapbox Vermelho: Restrições fortes. Laranja: Restrições Moderadas. Verde: Restrições leves.

Desde que os casos de Covid-19 começaram, no final de 2019, viajar se tornou mais difícil. Além dos cuidados básicos necessários, como distanciamento social, uso de máscaras e higienização constante das mãos, alguns países fecharam as suas fronteiras para visitantes. Em 2021, mesmo com a chegada da vacina em alguns países, como Estados Unidos, Canadá, China e Reino Unido, a situação não está muito diferente.

No final de janeiro foi descoberta a  nova cepa do coronavírus no Brasil, o que levou muitos países a aumentarem as restrições. É importante ressaltar que todas as informações sobre o fechamento para a entrada de estrangeiros em diversos países podem ser alteradas de acordo com as  complicações ou possíveis novas ondas da doença. 

No momento são 10 países com restrições consideradas leves para receber viajantes brasileiros e, em alguns casos, não será necessário ficar em quarentena. 

Ao todo, 106 países estão com restrições moderadas: é possível viajar, desde que esteja dentro dos requisitos exigidos para entrada, como um teste para Covid-19 , ou mesmo uma quarentena obrigatória de até 14 dias na chegada e na partida.

Além deles, outros 109 países estão com restrições fortes: as viagens podem estar suspensas, o país fechado para visitantes ou a entrada sendo permitida apenas para cidadãos e seus familíares diretos, ou se você atender a requisitos rígidos.

Confira alguns países que estão com restrições consideradas fortes (nível vermelho) para a entrada de turistas brasileiros.

Reino Unido

Passageiros que estiveram ou transitaram pelo Brasil nos últimos 10 dias não estão autorizados a entrar no país. Nos demais casos, como os residentes da terra da Rainha Elizabeth, uma quarentena de 10 dias pode ser exigida para a entrada. O país vetou a chegada dos brasileiros após a descoberta da nova cepa em Manaus, no Amazonas.

Austrália

A entrada de passageiros que não sejam residentes do país ou parentes imediatos de residentes não está autorizada.

Estados Unidos

Passageiros que estiveram ou transitaram pelo Brasil nos últimos 14 dias anteriores não serão autorizados a entrar no país, sendo exigido o isolamento e teste negativo para a Covid-19 com até 72 horas de antecedência da data do embarque.

Canadá

Você viu?

Passageiros não estão autorizados a entrar no Canadá até o dia 21 de fevereiro de 2021, exceto para residentes ou familiares de residentes do país.

Itália

Passageiros não serão autorizados até o dia 5 de março de 2021, a menos que sejam residentes do país.

Praça do Comércio, um dos principais pontos turísticos do centro de Lisboa, em Portugal Felipe Carvalho Praça do Comércio, um dos principais pontos turísticos do centro de Lisboa, em Portugal


Portugal

A entrada para viajantes brasileiros está fechada até o dia 14 de fevereiro, devido ao aumento de casos de infecção.

Irlanda

O passageiro deve ter resultado negativo para a Covid-19 no teste RT-PCR, sendo o teste realizado com no mínimo 72 horas antes do embarque. Passageiros acima de 16 anos devem preencher um formulário de localização antes da chegada.

França

Os passageiros não estão autorizados a entrar, a menos que sejam residentes, cônjuge ou filhos de residentes do país. Caso não seja casado oficialmente, será necessário um convite por escrito do cidadão francês para a entrada. Também é necessário ter testado negativo para a Covid-19 nas últimas 72 horas.

Alemanha

Viajantes devem ter um certificado médico com resultado negativo para a Covid-19, com no máximo 48 de antecedência da data de embarque. O certificado para os testes deve ser em inglês, francês ou alemão.

Colômbia

Entrada de brasileiros suspensa por até 30 dias, para conter os casos da nova variante do vírus. Este prazo ainda poderá ser prolongado.

Fonte: TURISMO.IG.COM.BR