Quer ter a melhor viagem? Comissários de bordo compartilham alguns truques

Ter em consciência s necessidades durante o voo e gentileza com a equipe podem são fundamentais Suhyeon Choi/Unsplash Ter em consciência s necessidades durante o voo e gentileza com a equipe podem são fundamentais

Viajar é uma das coisas mais prazerosas que alguém pode fazer na vida, porém, alguns perrengues podem acontecer pelo caminho, como voos atrasados, perder uma conexão, assentos desconfortáveis e organizar as malas.

Todos esses potenciais desafios fazem parte da viagem e é sempre bom garantir que tudo sairá da melhor forma possível, para que o caminho até o sonhado destino não se torne uma história ruim.

Ao britânico Metro, ex-comissárias de bordo compartilharam alguns truques que elas fazem para garantir que as viagens, agora como passageiras, serão sempre o mais confortáveis possível.

Como ter o melhor atendimento

Hannah Murphey afirma o que parece ser obvio, mas que nem todos costumam praticar: seja educado e gentil! “No que diz respeito às dicas de viagem, minha dica número um para quem quer ter um ‘upgrade’ (ser tratado como realeza) em um voo é ser amável com a tripulação”, diz a ex-comissária de bordo, que hoje é editora de uma linha fitness.

Ela garante que um sorriso e contato visual no momento do embarque faz toda a diferença para quem está trabalhando. “Converse com a equipe e pergunte sobre seu trabalho. Eu adorava quando os passageiros demonstravam interesse por mim e eram gentis. Eu queria então garantir que eles tivessem o melhor voo, eu mudaria seus assentos se houvesse um melhor disponível – e eu lhes daria bebidas extras etc. puramente porque eles me mostraram gentis”. Contudo, ela garante que o oposto também é verdadeiro, quando os passageiros são grosseiros.  

Daisy White, também ex-comissária de bordo, que atualmente trabalha como escritora de romances policiais, concorda. “Se você for muito gentil com a tripulação, a maioria das companhias aéreas faz overbooking [quando o número de passagens vendidas excede o número de assentos disponíveis], então você pode ser direcionado para uma cabine de classe alta. É mis difícil se você estiver viajando com crianças, infelizmente”.

Consiga sempre as melhores passagens

A maioria das pessoas pode acreditar que fazer as reservas com bastante antecedência é sempre a melhor forma de garantir os melhores lugares (todo mundo quer sentar na janela), mas nem sempre essa é a melhor tática, ou a mais fácil.

Daisy conta que é preciso ser esperto na hora de fazer as reservas, escolhendo o melhor lugar e a melhor hora para isso. Ela explica: “Eu sempre reservo as passagens no último momento! E eu uso os  sites ou agentes de viagens para obter melhores ofertas e vantagens”.

Escolha os melhores assentos

Leia Também

Janela ou corredor? Pense em qual será o melhor lugar para a sua necessidade Aleksei Zaitcev/Unsplash Janela ou corredor? Pense em qual será o melhor lugar para a sua necessidade

Ter certeza sobre as próprias necessidades é fundamental para escolher os melhores lugares em um voo.

“Sente-se à frente da asa para um voo mais confortável e não se sente perto de banheiros ou cozinhas – pode ser fedorento e barulhento”, sugere Daisy.

O passageiro deve pensar no que será necessário durante o voo, primeiramente se será um voo longo ou curto: estará com crianças que vão precisar ir ao banheiro várias vezes? Ir em um assento na janela é realmente o mais indicado? Ficar se levantando a toda hora será um grande incomodo também para outros passageiros.

É possível conseguir um “up” nas refeições?

Em termos de conseguir uma refeição melhor estando na classe econômica, Daisy diz que isso é difícil de acontecer. “É raro que a aeronave seja super abastecida em uma cabine de classe alta (e se for a tripulação garantirá que nada seja desperdiçado),” ela explica.

“Então, se você está viajando na econômica, você precisará se contentar com o que é oferecido. Eu, pessoalmente, encomendaria uma refeição vegetariana, já que frequentemente ela pode ser mais atraente do que uma refeição padrão, ou faria seu próprio lanche”, explica.

Ela ainda indica que o passageiro leve a ao menos uma garrafa com água, “eu sempre levo alguns alimentos saudáveis ​​para um lanchinho, incluindo barras de proteína e palitos de vegetais crus”, conta.

Uma bagagem de mão com o essencial Leve uma bagagem de mão que caiba o necessário Jonathan Francisca/Unsplash Leve uma bagagem de mão que caiba o necessário

Depois de fazer as malas que serão despachadas, é bom garantir que terá tudo o que for preciso enquanto estiver dentro do avião, para um voo confortável.

Caso seja um voo mais longo, Daisy indica que se leve uma peça de roupa extra. “Pego um par de meias finas de algodão e um par de casimira para colocar por cima nos voos noturnos. Uma manta macia faz um ótimo cobertor, e eu levo um travesseiro inflável para cada membro da família”.

“Como escritora, muitas vezes irei trabalhar em um voo longo se não tiver com a minha família, então me certifico de levar uma bolsa grande o suficiente para meus itens essenciais para o voo, além do meu MacBook e Kindle. Bálsamo labial e creme para as mãos são meus dois principais produtos de beleza a bordo”, ela completa.

Fonte: TURISMO.IG.COM.BR