Nova Zelândia reabrirá fronteiras para turistas vacinados em 2022

A Nova Zelândia foi um dos primeiros países a fechar as fronteiras, em março de 2020. Unsplash A Nova Zelândia foi um dos primeiros países a fechar as fronteiras, em março de 2020.

A Nova Zelândia permitirá que viajantes internacionais totalmente vacinados entrem no país a partir do próximo ano. A medida consiste em uma flexibilização gradual das suas rígidas restrições de fronteira, que proíbem até mesmo que cidadãos neozelandeses que morem em outras regiões do globo adentrem na ilha. 

Desse modo, segundo o ministro Chris Hipkins, cidadãos totalmente vacinados, residentes e turistas terão permissão para entrar na Nova Zelândia e isso ocorrerá em três fases. O país foi um dos primeiros a fechar as portas durante a pandemia, em março de 2020. Além disso, é também um dos que registraram menos mortes pelo vírus: foram apenas 40 óbitos e 10.600 casos registrados.

A partir do dia 16 de janeiro, a fronteira será aberta apenas para os cidadãos e residentes da Nova Zelândia provenientes da Austrália. No dia 13 de fevereiro, neozelandeses que vêm de outras partes do mundo também terão permissão para entrar. No dia 13 de abril, visitantes totalmente vacinados de todos os outros países, exceto aqueles considerados de “alto risco”, poderão visitar a ilha do Pacífico.

“Uma abordagem em fases para se reconectar com o mundo é a mais segura para garantir que o risco seja gerenciado com cuidado. Isso reduz os impactos potenciais sobre as comunidades vulneráveis ​​e o sistema de saúde da Nova Zelândia”, explica Hipkins.

Leia Também

Estima-se que 1 milhão de neozelandeses vivam no exterior e, provalvelmente, muitos dos 5 milhões de residentes da Nova Zelândia têm pelo menos um amigo ou parente morando fora. Alguns não veem seus entes queridos há quase dois anos.

No momento, aqueles que desejam voltar precisam ficar em quarentena em instalações administradas pelo governo, que têm vagas limitadas. As pessoas tiveram que se inscrever em um cadastro online para tentar garantir uma vaga.

Quando as novas regras passarem a valer, todos que entrarem na Nova Zelândia terão que se isolar em casa por sete dias, apresentar um comprovante de vacinação, um teste de Covid-19 negativo e uma declaração de que não foram a um país considerado de alto risco.

Fonte: TURISMO.IG.COM.BR