Grécia não exige mais comprovante de vacinação para visitantes

Pixabay O Partenon ao final da tarde

Bem a tempo da temporada de calor na Europa, quando se torna um dos destinos mais procurados do continente, a Grécia abre de vez suas portas para todos os turistas internacionais. A partir deste 1º de maio, quem chega ao país não precisa mais apresentar comprovante de vacinação contra a Covid-19, atestado de recuperação nem mesmo teste negativo para o novo coronavírus.

A medida foi anunciada num momento em que pouco mais da população grega já tomou duas doses da vacina contra a Covid-19, e cerca de 60% já recebeu ao menos uma dose de reforço. A ideia das autoridades do país é facilitar ainda mais a chegada dos turistas, fundamentais para a economia do país.

O novo protocolo praticamente retira todas as medidas sanitárias implementadas desde o início da pandemia. Não há restrições em relação a países de origem e nem a necessidade de preenchimento de formulários com informações de saúde, como vinha acontecendo. Vale lembrar que até fevereiro deste ano, a Grécia estava fechada para viajantes que chegavam diretamente do Brasil.

Assim como acontece na fronteira, os visitantes também não precisarão mostrar seus certificados de imunização para circular dentro do país, nem entrar em espaços públicos. No entanto, o uso de máscaras em locais fechados (restaurantes, bares, lojas, museus e hotéis, por exemplo) continua obrigatório. Ao menos até 1º de junho, quando está previsto o fim dessa exigência.

De acordo com o ministro da Saúde da Grécia, Thanos Plevris, todas essas medidas serão avaliadas em 1º de setembro, quando a temporada de verão estiver acabando por lá.

Recentemente outros dois países europeus já haviam eliminado as exigências de comprovante de vacinação ou de recuperação da Covid-19 para a entrada de viajantes internacionais. Tanto a República Tcheca quando a Suíça já estão com suas fronteiras abertas a qualquer tipo de viajante, vacinado ou não contra a Covd-19. Para entrar nesses países, não é preciso também fazer qualquer tipo de teste ou preencher formulários sanitários, antes ou depois do desembarque.

Fonte: TURISMO.IG.COM.BR