Cruzeiro naufragado há 22 anos é atração turística nas Ilhas Salomão

Reprodução/Instagram MS Discoverer naufragou nas Ilhas Salomão em 2000

Um cruzeiro alemão que naufragou há pouco mais de 22 anos se tornou uma atração turística nas Ilhas Salomão. Os restos enferrujados e deteriorados da MS World Discoverer, embarcação construída em 1974, permanecem desde 30 de abril de 2000 encalhados em uma baía das Ilhas Florida, que compõem a nação insular.

Algumas tentativas de retirar o navio do local foram feitas, mas sem sucesso.  Desde então, os destroços do MS Discoverer se tornaram uma atração turística nas Ilhas Salomão. Vídeos e fotos dos naufrágio podem ser encontrados com facilidade nas redes sociais.

Na época do naufrágio, o navio pertencia à Society Expeditions Cruises, empresa americana especializada em viagens a locais inóspitos como a Península Antártica. Em abril de 2000, o MS Discoverer passeava com seus passageiros pelas Ilhas Salomão.

O navio bateu em um recife que não havia sido ainda detectado por navegadores. Sob o comando do capitão Oliver Kruess, o MS Worls Discoverer, já danificado pela colisão, foi conduzido até o litoral para que não afundasse no mar.

Ao adentrar a Rodrick Bay, a embarcação acabou tendo de ser abandonada pela tripulação e passageiros, que foram resgatados. Ninguém ficou ferido.

Fonte: TURISMO.IG.COM.BR