A misteriosa Stonehenge: círculo de pedra tem origem desconhecida

Noah Jurik/Pixabay Não se sabe ao certo o motivo pelo qual o Stonehenge foi construído originalmente, hás existem algumas teorias

Resumo

O círculo de pedras mais famoso do mundo certamente já passou pelo imaginário de muitos viajantes, ao menos uma vez na vida. O Stonehenge é o monumento pré-histórico mais conhecido de toda a Europa, localizado em Wiltshire, na Inglaterra.

O monumento foi construído em diferentes estágios, sendo o primeiro há cerca de 5 mil anos, como um monumento henge antigo, até ter o grande cículo de pedra erguido já ao final do período Neolítico, a cerca de 2.500 anos a.C. Ao final do que ficou conhecido como Idade do Bronze, muitos túmulos foram construídos no local.

São muitas as teorias sobre a razão da existência do Stonehenge, como a de que teria sido um observatório astronômico, ou mesmo usado para rituais sagrados, ligados ao sol – durante o solstício de verão, o sol nasce atrás da pedra do calcanhar e os raios brilham no coração do Stonehenge – rituais para colheitas serem bem sucedidas e até para os mortos. 

O maior diferencial por trás de Stonehenge, e que atrai muito o imaginário popular, é todo o mistério que o cerca. As pedras medem cerca de 5 metros de altura, pesando por volta de 50 toneladas. Ninguém sabe como, por quem ou por que o monumento foi construído.

As enormes pedras sofreram com a ação do tempo, chegando até mesmo a ser apoiados por grandes colunas de madeira, até que, em 1918, passaram a ser cuidadas por uma organização chamada English Heritage, que cuida de mais de 400 construções históricas e sítios arqueológicos. Em 1986, o grande monumento de pedras foi reconhecido como um Patrimônio Mundial pela Unesco.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por GreyAversion (@greyaversion)

Era tudo mato

Enquanto o próprio Stonehenge foi construído há mais de 2 mil anos antes da era de Cristo, todo o complexo de monumentos data de cerca de 8,5 milhões de anos a.C. Acredita-se que o local tenha sido escolhido para a construção por ser uma área aberta, enquanto a maior parte da Inglaterra era toda coberta por árvores.

O que visitar por lá?

Ao visitar a Stonehenge, o turista terá como primeira parada o famoso centro de visitantes, localizado a 2,1 km do Círculo de Pedra, em Airman’s Corner. No local existe uma exposição, um café e uma loja de presentes, além de uma grande galeria ao ar livre onde casas neolíticas são encontradas. Por meio da exposição é possível aprender muito sobre a história não somente do Stonehenge, como de toda a região.

Quanto às casas neolíticas, todas foram reconstruídas e podem ser visitadas por dentro, assim pode-se ter um pequeno vislumbre de como as pessoas viviam há quase 5 mil anos. As casas são compostas por paredes de pedra e barro, com telhado de palha.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Stonehenge (@stonehenge)

Exposição Stonehenge

A Exposição Stonehenge contém mais de 250 relíquias arqueológicas que foram encontradas em Stonehenge, incluindo cerâmica, ferramentas, joias e até restos mortais de seres humanos. Para entrar na exposição é preciso comprar um ingresso que dá acesso ao café, à loja de presentes e aos banheiros – visitar o Stonehenge por si só, pode ser feito gratuitamente.

A loja de presentes oferece livros, e souvenirs, muitos deles só podem ser comprados no local. A cafeteria tem um balcão com 110 lugares e serve bebidas quentes e frias, além de diversos tipos de alimentos, como sopas, pastéis e sanduíches, bolos e outras iguarias da região. Para quem vai com crianças, existem vestiários para bebês, cadeiras altas e aquecimento para mamadeiras.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por manori (@manorikw)

Casas neolíticas

Essas casas passam um pouco da sensação de como seria viver há mais de 4 mil anos no passado, no local também há demonstrações de como as pedras eram transportadas – parte das pedras que faltam no Stonehenge foram retiradas para a construção dessas casas.

Como visitar o círculo de pedras

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Stonehenge (@stonehenge)

Visitar o Stonehenge é sempre uma boa experiência, mas o mais indicado é ir em um dia de sol. A área do monumento não tem abrigo (mesmo no terminal do ônibus), nem banheiros. O turista deve ir preparado, pois nunca se sabe quando uma chuva pode cair.

Leia Também

Durante o horário de funcionamento, não é possível chegar até as pedras, o mais perto que se pode chegar é 10 metros – há uma barreira isolando o local. Fora do horário, porém, é possível caminhar entre as pedras em visitas de acesso especial, que duram cerca de uma hora, para somente 26 pessoas. Essas visitas são realizadas durante a noite, indo até o amanhecer.

A viagem pode ser feita por ônibus de turismo – muitas empresas oferecem o serviço – ou mesmo alugando um carro. Para entrar no estacionamento do Centro de Visitantes, é preciso pagar uma taxa que será devolvida mediante a apresentação do ingresso, essa é uma medida para garantir que somente visitantes farão uso.

(Continue a leitura logo abaixo)

Leia Também

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Stonehenge (@stonehenge)

Quando visitar

O monumento está aberto durante todo o ano, por ter um visual especialmente bonito, a época durante os solstícios é o que está também mais cheio. O verão também costuma ser pouco convidativo, por ser um período de férias e haver muitos picos (as férias escolares na Inglaterra começam em julho e vão até setembro).

Os melhores horários para visitar são na parte da manhã, para evitar congestionamentos, especialmente durante os meses de verão. Durante o inverno começa a escurecer já por volta das 16 horas, então o melhor é ir pela manhã. O horário de funcionamento varia de acordo com a época do ano e pode ser visto pelo site da organização.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Stonehenge (@stonehenge)

Como chegar

De transporte público, é indicado pegar um trem na estação de Waterloo, em Londres, com destino a Salisburia, com passagens no valor de £ 76 ida e volta, por pessoa (aproximadamente R$ 569).

Já na estação, um ônibus da Stonehenge Tour leva direto ao local, pelo valor de R$ 104,96 para adultos e R$ 67,45 para crianças. As passagens podem ser compradas diretamente nas bilheterias ou pela internet, por meio dos sites das companhias de turismo.

Pelo site da English Heritage é possível checar todas as possibilidades, além de baixar um guia – o site está disponível também em português do Brasil

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Stonehenge (@stonehenge)

Onde ficar

Quem quiser ficar nas proximidades de Stonehenge, Wiltshire oferece todos os tipos acomodações. De residências em Salisburia, a chalés em Cotswolds, é possível escolher opções que melhor se adequem a diferentes orçamentos.

Fonte: TURISMO.IG.COM.BR