Ex-comissária dá dica para ganhar assento na 1ª classe em voo nos EUA

Ex comissária dá dica para ganhar assento na 1ª classe em voo nos EUA

Pexels/Sourav Mishra Vestir-se bem é truque para voar de primeira classe

Se os passageiros quiserem ser convidados para a primeira classe, aparentemente é melhor que se vistam bem. Uma ex-comissária de bordo causou polêmica após citar os itens de vestuário que as pessoas devem “evitar” usar se quiserem um upgrade gratuito para a primeira classe. Os chinelos e leggings estão no topo da lista de proibições.

A ex-comissária de bordo Celina Bedding listou esses tabus de vestuário ao aconselhar os viajantes sobre como aumentar suas chances de conseguir um assento na primeira classe. 

Ela disse ao Express que aqueles que buscam upgrades gratuitos devem “vestir-se de forma mais inteligente”, pois os comissários de bordo “procurarão pessoas que eles entendem que não incomodarão os outros passageiros que realmente pagaram por esses assentos caros”.

De acordo com a Bedding, seria conveniente que os futuros passageiros da primeira classe usassem um “traje casual de trabalho ou de negócios”, de maneira inteligente, como um blazer e jeans.

A fashionista das alturas ainda declarou que “vestidos longos sempre ficam bem” ao viajar durante os meses quentes de verão. Mas também não fique muito informal.

Bedding disse que nunca deve usar aquelas sempre populares “leggings” ou calças de moletom, pois elas são muito casuais e, portanto, provavelmente acabarão com suas chances de viajar de graça na frente.

Quanto aos calçados proibidos, a comissária afirma que sapatos abertos e sandálias devem ser evitados a todo custo.

É interessante notar que essa lista negra de vestuário pode parecer uma armadilha, considerando que os calçados fáceis de escorregar mencionados acima são geralmente considerados ideais para agilizar o processo de triagem de segurança.

No entanto, cada vez mais, os especialistas em voo estão alertando que usar chinelos em viagens aéreas não é higiênico e é perigoso.

Em geral, os comissários de bordo concordam que é preciso se vestir com classe sem exagerar.

“Para um upgrade, o importante é ter a aparência certa. Inteligente, mas discreta”, disse um comissário de bordo anônimo à Who What Wear em 2018. “Você deve parecer que viaja com frequência. Mas não deve estar cheio de roupas de grife.”

Esse conselho pode parecer excessivamente zeloso, mas “alguém que está potencialmente prestes a receber um upgrade pode ser rejeitado se não estiver vestido adequadamente”, afirmou a fonte. 

*Com informações do New York Post. 

Acompanhe o  iG Turismo também pelo Instagram e receba dicas de roteiros e curiosidades sobre destinos nacionais e internacionais. Siga também o  perfil geral do Portal iG no Telegram.

Fonte: TURISMO.IG.COM.BR