Homem se recusa a usar máscara em sorveteria e humilha dona; vídeo causou revolta

Com a pandemia do coronavírus, alguns cuidados tiveram que começar a ser tomados para evitar que a doença se propague ainda mais, sendo que a Covid-19 matou mais de 100 mil pessoas no Brasil e infectou um número superior a 4 milhões.

Um dos cuidados mais frisados pelas organizações de saúde é o uso de máscara, que se tornou obrigatório em diversos estados brasileiros. Mas, infelizmente, nem todo mundo tem concordado com a utilização obrigatória do item de proteção, como mostra o vídeo a seguir.

As imagens são de uma sorveteria localizada na cidade de Campinas, no interior do estado de São Paulo. Um homem, cujo nome não foi divulgado, aparece destratando uma mulher depois de ter sido obrigado a usar a máscara de proteção dentro do estabelecimento.

 

 

De acordo com Pollyanna Reis, que é proprietária da sorveteria, o cliente teria entrado no estabelecimento usando a máscara no queixo. Ela, então, pediu para que ele colocasse corretamente. Daí em diante, o homem começou a ofender a dona do local: “Faz alguma coisa para ver se eu não quebro a sua cara, fala um ‘A’ pra você ver o que eu não faço”, ameaçou.

 

O cliente, além de gritar com Pollyanna, ainda quebrou alguns objetos da sorveteria. A dona do comércio disse ainda que se recusou a vender seu produto pelo fato de que o cliente não quis colocar a máscara da forma correta.

Um vídeo de todo o episódio foi gravado por pessoas que estavam na sorveteria no momento em que tudo aconteceu. As imagens foram divulgadas nas redes sociais e logo viralizaram entre os internautas, que repudiaram a atitude do cliente.

 

Fonte: www.i7news.com.br/