Após quase um ano, motoqueiro que abandonou vítima ferida em rodovia pede BO e acaba autuado por omissão de socorro

  Rapaz que estava na garupa da moto se negou a dar nome do piloto

  Um caso de omissão de socorro, no dia 21 de julho de 2019, que havia sido registrado apenas na parte geral do livro eletrônico diário da equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Vilhena, que atendeu o fato, devido a falta de informações sobre autor do crime, foi solucionado na madrugada desta sexta-feira, 03, após o próprio suspeito ter entrado com um requerimento solicitando uma cópia da ocorrência.

  De acordo com o registro da PRF na data dos fatos, durante a madrugada houve uma solicitação, afirmando que havia uma vítima de acidente de trânsito no Km 6.8 da BR-364, mas no local, os federais se depararam com um jovem de 24 anos, apresentando fratura exposta no joelho esquerdo.

O acidentado relatou que seguia como carona em uma motocicleta e que,  após sofrerem uma queda, o piloto evadiu-se do local sem lhe prestar socorro.

  Como no momento a vítima recusou-se a fornecer informações sobre o veículo e seu condutor, houve registro somente com os dados do ferido.

Mas, passado quase um ano, o piloto manifestou interesse pela cópia da ocorrência e, ao fornecer seus dados pessoais para o requerimento, acabou sendo autuado pelo crime que havia cometido, e até então não tinha sido responsabilizado por não ser identificado.

  Por fim, os policiais também identificaram o veículo que até então não tinha sido localizado: trata-se de uma Honda/Cg 150 Sport, de cor preta.

  Diante da comprovação da autoria do crime, o caso foi repassado para a Polícia Civil para serem tomadas as devidas providências.

 

Fonte: www.folhadosulonline.com.br/noticias/detalhe/2020/apos-quase-ano-motoqueiro-que-abandonou-vitima-ferida-em-rodovia-pede-bo-e-acaba-autuado-por-omissao-socorro