Viajando de fusca pelo mundo, casal peruano passa por Rondônia com destino a Brasília para conhecer Bolsonaro

Com destino a Brasília (DF) para conhecer e entregar um presente ao presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle Bolsonaro, o publicitário peruano Javier Regalado, de 40 anos, acompanhado de sua família, está de passagem em Vilhena à bordo do seu fusca transformado em uma casa ambulante.

Nesta segunda-feira, ele visitou a redação do Extra de Rondônia e explicou os motivos de sua aventura.

Disse que desde pequeno sonhava em viajar pelo mundo a bordo de um carro, e o sonho cada vez aumentava, até se tornar realidade. Isso aconteceu quando um amigo que o considera como seu avó lhe presenteou um fusca vermelho, motor 1300, e depois passou a transformar o carro em uma espécie de casa.

Finalizado a reforma do fusca, o publicitário saiu da sua cidade natal, Chimbote, localizada ao norte do Peru, com sua esposa Miria e sua filha Shalon Direth para uma volta na América do Sul. A aventura iniciou no Brasil com destino a Rio de Janeiro para o Mundial 2014.

Depois, Javier continuou sua viagem e conheceu Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Bolívia, Colômbia, Equador, Venezuela. Além da América do sul, o peruano relata que conheceu parte da Europa e América Central.

Em 2016, Javier relata que voltou para o Brasil para conhecer a Amazônia, Pantanal, o Nordeste, depois São Paulo, onde festejou o aniversário da capital paulista e seguiu para Rio de Janeiro, onde se encontrou com seu maior ídolo esportivo: o conterrâneo Paolo Guerrero, na época atacante do Flamengo. O jornal “O Globo” registrou, em matéria, a visita do peruano (leia mais AQUI).

Esposa de Javier ao lado do futebolista peruano Paolo Guerrero, na época atacante do Flamengo / Foto: Arquivo Pessoal

A viagem não parou por aí e viajou para Rússia, onde acompanhou os jogos da seleção peruana no mundial e também conheceu o presidente Vladimir Putin que – segundo ele – o acolheu num hotel. Conta que também esteve na China e Filipinas.

O peruano explica que o fusca, apelidado de “Don Júlio”, em homenagem ao avô, é reconhecido pelo Guinness Book, como a casa rodante mais pequena do mundo.

“Ninguém acredita que o carro é uma casa, que tem um quarto, banheiro, biblioteca, tv, geladeira, mesa, chuveiro, tudo é bem pequeno, mas improvisado”, afirma o publicitário.

Javier conta que suas viagens são patrocinadas por algumas empresas peruanas e estrangeiras, e também uma parceria com o Google Maps, na qual usa as câmeras instaladas no teto do seu carro para tirar fotos e enviar a empresa para serviços de rotas e mapas. Além disso, tira fotos aéreas com drones para fazendas, industrias e fabricas.

O peruano enfatiza que, após se encontrar com Bolsonaro, pedirá ao presidente lhe conceder um visto para morar no país com sua família até o ano de 2021. “Amo muito Brasil e sei que morar aqui é tranquilo; as pessoas são muito gente boa e receptivas e tenho vontade de conhecer outros estados do país”, finalizou.

O fusca, apelidado de “Don Júlio”, e reconhecido pelo Guinness Book, como a casa rodante mais pequena do mundo / Foto: Extra de Rondônia
Javier em entrevista a repórteres na Rússia / Foto: Arquivo pessoal

Extra de Rondônia