Rondônia registra 13 novas mortes pela Covid-19 e chega a 1.100 vítimas

Mais 13 vítimas fatais do novo coronavírus foram contabilizadas em Rondônia nesta quarta-feira (26), chegando a 1.100 óbitos em todo o estado. Os dados foram disponibilizados em boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Outras 605 pessoas também foram diagnosticadas com a Covid-19, totalizando 53.119 pacientes infectados no estado desde o início da pandemia.

Os óbitos foram em cinco cidades:

  • 6 em Porto Velho – dois homens de 59 e 61 anos e quatro mulheres de 30, 40, 56 e 76 anos;
  • 3 em Ji-Paraná – uma mulher de 63 anos e dois homens de 56 e 66 anos;
  • 2 em Ariquemes – duas mulheres de 83 e 88 anos;
  • 1 em Alta Floresta D’Oeste – um homem de 59 anos;
  • 1 em Cacoal – um homem de 53 anos

Casos e mortes por Covid-19 registrados em RO

A Sesau ainda informou que foram constatados casos a menos considerando a edição anterior do boletim nos seguintes municípios: Castanheiras, Costa Marques, Ouro Preto do Oeste e Theobroma, em decorrência de remanejamento de casos para outros municípios e duplicidade de registros.

As cidades com maior número de óbitos registrados são:

  • Porto Velho – 634
  • Guajará-Mirim – 82
  • Ariquemes – 71
  • Ji-Paraná – 41
  • Vilhena – 35

Já as cidades com maior número de casos confirmados são: Porto Velho (26.294), Ariquemes (4.277), Guajará-Mirim (2.692), Vilhena (2.636) e Ji-Paraná (1.837).

Também foi informado que o estado tem:

  • 44.682 pacientes recuperados
  • 7.337 casos ativos
  • 366 pacientes internados
  • 160.754 testes realizados
  • 746 aguardando resultados dos exames no Lacen

Os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do estado apresentam nesta terça (25) lotação de 77,1%, com 165 dos 214 leitos ocupados por pacientes com Covid-19.

A macrorregião II, delimitada pelo Governo do Estado, engloba 34 municípios da região centro-sul e tem seis leitos disponíveis, sendo quatro em Vilhena, um em São Francisco do Guaporé e um no Hospital Regional de Cacoal. O Heuro de Cacoal e o Hospital Cândido Rondon de Ji-Paraná não possuem leitos livres.

Fonte: G1/RO