No Facebook, ex-deputado propõe desenterrar e fazer a exumação em cadáveres de vítimas da Covid-19 em Rondônia

Parlamentar, no entanto, veiculou informação falsa na postagem

Usando seu perfil no Facebook, o ex-deputado estadual Jesuíno Boabaid apresentou uma proposta inusitada: desenterrar e submeter a exumação para determinar as causas das mortes, os corpos de algumas pessoas sepultadas como vítimas da Covid-19 em Rondônia.

Para justificar a iniciativa, o ex-parlamentar narra um episódio que teria sido denunciado a ele, de “um cidadão que entrou as 16 horas em um hospital particular que tem convênio com Estado com dores abdominais, e fizeram teste de COVID-19, e NÃO deu positivo. Pela noite ele veio a óbito, e fizeram novo teste, que desta vez deu positivo”

Junto com a postagem, no entanto, Boabaid, que também é policial militar, veiculou uma informação equivocada: “tem que ser feita a exumação de alguns cadáveres para confirmar se realmente morreram de COVID-19, até porque, a União faz um repasse a mais para os Estados e os municípios, por cada óbito de Coronavirus”.

Esse dado, segundo apurou o FOLHA DO SUL ON LINE num site especializado na checagem de fatos, é falto. De acordo com a página “Aos Fatos”, o próprio Ministério da Saúde já informou que o repasse de recursos federais não tem como base o número de mortes registradas nos Estados e municípios (CONFIRA AQUI).

“Temos que estar atentos, pois infelizmente, muitas pessoas se aproveitam nesse momento de caos para saquear os cofres públicos, como estamos assistindo várias operações referente a desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia.
Jesuíno Boabaid Presidente da Associação em Defesa dos Direitos e Garantias do POVO de Rondônia- ADORO”, escreveu na rede social.

Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação