Ambulância que trazia pacientes de Comodoro para Vilhena é atingida por caminhonete na BR 174; mais de 10 pessoas morreram

Técnica em enfermagem de Vilhena é uma das sobreviventes

Um acidente envolvendo uma caminhonete SW4 e uma van da prefeitura de Comodoro (MT), deixou várias pessoas mortas na madrugada deste sábado, 30. A colisão entre os dois veículos aconteceu na BR 174, nas proximidades da fazenda Itália, no trecho mato-grossense da rodovia.

O FOLHA DO SUL ON LINE conversou com um enfermeiro que esteve no local do acidente ajudando a socorrer os poucos sobreviventes: o carona que viajava na picape, mais uma técnica em enfermagem e um paciente que estavam na van.

O veículo da prefeitura estava trazendo um grupo de pacientes que fazem hemodiálise três vezes por semana em Vilhena, quando a SW4 com placas de Curitiba (PR) invadiu a pista contrária da rodovia, atingindo de frente a van, na qual viajavam pacientes e acompanhantes.

A van era dirigida pelo motorista Elias Ferreira dos Santos, um dos 12 mortos na batida. Dos que estavam neste veículo, apenas um paciente renal e a técnica em enfermagem identificada como “Silvana” sobreviveram. Ela é de Vilhena e estava morando há pouco tempo em Comodoro, para onde havia se mudado após passar num concurso público.

Dos três ocupantes da caminhonete, o que sobreviveu está em estado grave e será transferido para Cáceres (MT) assim que for estabilizado. O motorista, que morreu junto com outro passageiro, teria vindo visitar familiares em Ariquemes, de onde saiu ontem à noite, e estava voltando para a capital paranaense.

Portanto, segundo as primeiras informações, teriam sido 10 mortos na van e 2 na picape. O FOLHA DO SUL ON LINE segue acompanhando o caso.

Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação