Namorado de Fátima Bernardes pode sofrer inquérito no Congresso por supostamente incitar nova facada em Bolsonaro

O deputado federal José Medeiros (Podemos-MT) propôs a abertura de um inquérito para investigar o deputado federal Túlio Gadelha (PDT-PE), namorado da apresentadora da Rede Globo, Fátima Bernardes. Isso porque o parlamentar está sendo acusado de incitar o ódio contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, por meio de manifestações a partir das suas redes sociais. Com a abertura do inquérito, haveria uma investigação dos comentários de natureza considerada terrorista contra o Chefe de Estado.

Túlio Gadelha está sendo acusado de curtir o comentário de uma seguidora, que incita um novo atentado contra a vida do presidente da República. Em 2018, durante a campanha presidencial, Jair Bolsonaro foi atingido por uma facada durante caminhada na cidade de Juiz de Fora, interior de Minas Gerais.

O comentário da internauta teria sido feito em uma das páginas da rede social do namorado de Fátima Bernardes. Além de permitir a mensagem ofensiva, o parlamentar teria interagido com a postagem, deixando uma curtida. Na manifestação, a mulher incita uma nova facada contra o mandatário nacional.

José Medeiros considera como uma postura totalmente inadmissível para um parlamentar a incitação do ódio e violência contra o presidente da República, sobretudo apontando uma nova tentativa de homicídio. Em virtude da gravidade da ocorrência, julga necessária a instauração do inquérito de maneira imediata.

“É impensável que um deputado federal estimule qualquer tipo de violência e tentativa de homicídio contra o presidente da República. Tal fato não é engraçado, não é legal, e não merece curtida por parte de um membro do Parlamento”, afirmou José Medeiros.

 

Fonte: www.i7news.com.br