N° de mortes por coronavírus sobe 158% em junho em meio a debate por reabertura do comércio de Rondônia

1 de 1 Mortes aumentaram mais de 150% em junho — Foto: JN/Reprodução

Mortes aumentaram mais de 150% em junho — Foto: JN/Reprodução

O número de óbitos por coronavírus subiu 158% em Rondônia ao longo do mês de junho. Desde que a primeira morte de Covid-19 foi registrada no estado, há três meses, junho é o mês com mais óbitos: foram 362 vidas perdidas para a doença em 30 dias.

As mais de 360 mortes ocorreram enquanto se debatia sobre a reabertura gradual do comércio, tanto na capital Porto Velho quanto nas cidades do interior.

Vários estabelecimentos chegaram a abrir suas portas para clientes, mas com a crescente quantidade de casos e a falta de UTI's, o poder executivo recuou a flexibilização e, no fim de junho, o próprio governo regrediu 23 cidades para a fase 1 do decreto de Distanciamento Social Controlado.

Para comparar a evolução dos óbitos por Covid-19, o G1 usou os dados da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) e separou os óbitos de acordo com a data em que ocorreram, contando a partir da primeira morte confirmada, no dia 30 de março. Assim:

  • No primeiro mês, entre 30 de março e 30 de abril, foram contabilizados 16 óbitos.
  • No segundo mês, entre 1° e 31 de maio, foram 140 mortes – aumento de 775% em relação ao período anterior.
  • Já no mês de junho, o terceiro mês, ocorreram 362 óbitos – crescimento de 158% em relação a maio.

Avanço de mortes por coronavírus mês a mês em Rondônia Mais de 500 mortes foram registradas nos três meses após a confirmação do 1º óbito Fonte: Sesau-RO

Obs*: Entre 30 de junho e 1 de julho, segundo a Sesau, o estado teve cinco novos óbitos por Covid-19, chegando assim a um total de 523.

Com a regressão das cidades para a fase 1 do distanciamento social, a expectativa do estado é de uma contenção do número de casos e mortes por coronavírus (Sars-CoV-2).

Quem são as vítimas

Os homens foram os que mais morreram por Covid-19 em Rondônia: representam uma taxa de 62,2%, segundo a Sesau. Mais de 23% das vítimas tinham entre 70 e 79 ano, enquanto outras 20% tinham de 60 a 69 anos.

Ainda segundo o painel da Sesau, menos de 1% dos pacientes que morreram com a Covid-19 tinham de 0 a 9 anos.

Faixa etária das vítimas da Covid-19 em Rondônia Mortes confirmadas até 30 de junho Fonte: G1

Porto Velho segue em primeiro no ranking entre as cidades com mais mortes pela Covid-19 em Rondônia. A capital já tem mais de 360 mortes, representando 70% do número total registrado no estado.

Guajará-Mirim aparece em segundo lugar com mais óbitos por coronavírus: mais de 40 pacientes da cidade já perderam a vida para a doença. (Veja abaixo as cidades com mais óbitos)

As cidades com mais mortes de Covid-19 em RO Capital Porto Velho segue disparada em ranking. Fonte: Sesau-RO

Covid-19 em 100% do estado

No mês de junho, conforme mostrou o G1, a Covid-19 chegou a todos os 52 municípios. Parecis (RO) foi a última cidade a entrar para a lista lista de infecção pelo vírus.

Ao todo, Rondônia tem 21.523 casos confirmados da doença, segundo o último boletim divulgado pela Sesau, na noite de quarta-feira (1°).

CORONAVÍRUS

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Fonte: g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2020/07/02/n-de-mortes-por-coronavirus-sobre-158percent-em-junho-em-meio-a-debate-por-reabertura-do-comercio-de-rondonia.ghtml