Governo apresenta ao setor empresarial de Rondônia mudança de critérios para enquadramento dos municípios

É necessário que o indicador seja adaptado para melhor avaliar o desempenho de cada município

O Governo de Rondônia se reuniu com o setor empresarial na noite de quinta-feira (9), por videoconferência, para falar sobre a mudança na matriz de classificação do Plano Todos Por rondônia, que irá refletir diretamente em uma nova forma de cálculo, seguindo critérios técnicos para aprimorar o enquadramento dos municípios nas fases, no combate ao coronavírus.

A mudança será apresentada e entrará em vigor a partir da próxima semana. As definições foram destacadas pelo Grupo Pensar Rondônia.

O governador Marcos Rocha deixou claro que o Governo está agindo com critérios técnicos, com sabedoria e buscando a união.

Os cálculos apresentados foram trabalhados, inclusive junto com o Ministério Público.

“Trabalhamos respeitando os Poderes, respeitando o setor produtivo e tendo uma palavra como foco: responsabilidade com a vida de cada um da população, essa tem que ser a mola mestra das nossas atuações”, avalia o governador.

Durante a videoconferência, foi também apresentada a alteração do indicador relativo à velocidade do contágio, que deixa de ser o número de casos confirmados por 100 mil habitantes nos últimos 7 dias e passa a ser a relação entre número de casos ativos dos últimos 7 dias e o número de casos ativos dos 7 dias anteriores a eles.

Essa mudança permite refletir melhor o avanço da doença em cada município e adotar medidas restritivas somente onde elas são de fato necessárias.

Um novo decreto deve ser publicado nesta sexta-feira (10), já apresentando a alteração dessa variável da matriz de categorização com os ajustes apresentados durante a videoconferência.

Também está sendo esperada para a próxima semana uma nova Portaria, já com o novo critério debatido e aceito pelo setor empresarial.

Vale destacar que as mudanças preservam o objetivo inicial da estratégia priorizada pelo governador Marcos Rocha, que é evitar o colapso do sistema de saúde, sem impor restrições desnecessárias à atividade comercial.

Em todas as reuniões, o governador tem sempre afirmado que nunca admitiu o lockdown e sempre tem aberto diálogo para tratar do assunto e do combate ao coronavírus.

 

Fonte: www.rondonia.ro.gov.br/