Pescador sofre ferimentos graves após barco bater em barranco no rio Guaporé, amigos fazem campanha

Piloto de embarcação também é pescador profissional e não se feriu com gravidade

Na noite da última segunda-feira, 25, dois pescadores ficaram feridos no rio Guaporé, em Pimenteiras do Oeste, após o barco em que eles estavam atingir um barranco. Um dos acidentados precisou ser transferido para Cacoal, onde terá que passar por cirurgias. Ambos moram em Pimenteiras.

Por telefone, o pescador profissional Dagner Araújo, de 24 anos, contou que ele e o amigo, Hulle Dione Stolberg, 32 , que também pesca profissionalmente, saíram de Pimenteiras e estavam descendo o rio quando o acidente aconteceu.

Dagner disse que chovia bastante e estava muito escuro. Ele pilotava o barco, usando uma lanterna para iluminar o percurso, mas num instante, antes que ele tivesse tempo de desviar, a embarcação atingiu o barranco, ficando com a frente dobrada. Foi justamente contra a estrutura de metal que Hulle bateu o rosto, ficando inconsciente dentro do barco.

Dagner, por sua vez, foi parar em cima do barranco, de onde gritou e fez sinal de luz com a lanterna para outro pescador, que estava nas proximidades. Foi esse colega que socorreu os dois sobreviventes. Ambos foram levados para o Hospital Municipal de Pimenteiras.

Com nariz quebrado, trauma na cabeça e maxilar fraturado, Hulle foi transferido, horas depois, para o Hospital de Emergência e Urgência de Rondônia (Heuro), em Cacoal. Ele, que aguarda transferência para o Hospital Regional de Cacoal, não se lembra do que aconteceu e seus amigos deflagraram uma campanha para ajuda-lo a cobrir as despesas.

Além de arrecadar recursos para que Hulle compre medicamentos, os colegas levaram alimentos para os filhos dele, que estão na casa de uma tia, em Pimenteiras. A mãe deles acompanha o tratamento do marido. Ajude através do pix: Pix Beatriz Ortis 993132296

Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação