Homem morre após churrasqueira explodir em encontro de amigos por algo que muitos fazem rotineiramente

 

Faleceu nesta terça-feira (1º) um homem identificado como Edelson de Morais, de 36 anos. Ele estava internado há pelo menos 20 dias devido à graves queimaduras sofridas por conta de uma explosão. Informações apuradas pelo portal de notícias G1 dão conta de que o acidente aconteceu quando o rapaz tentou acender uma churrasqueira na cidade de Mongaguá, litoral paulista.

Edelson de Morais era assistente técnico e participava de uma confraternização entre amigos. Para acender a fogueira em que o churrasco seria feito, ele utilizava um galão com etanol. Em determinado momento de descuido, acabou ocorrendo a explosão, conforme relata Andreza Jesus de Morais, irmã da vítima.

A familiar recorda que o rapaz estava vivendo um ótimo momento de sua vida. Ele tinha acabado de comprar uma casa de praia, onde o incidente aconteceu, e reuniu seus filhos, esposa e amigos para celebrar o Dia dos Pais. No imóvel, havia uma espécie de tacho no qual era acesa uma fogueira nos dias frios.

 

Edelson foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Mongaguá, e depois foi transferido para a Santa Casa de Santos, onde passou 20 dias internado. A dor proveniente das queimaduras era tão forte que os médicos optaram por induzir o coma. De acordo com a irmã da vítima, ele chegou a apresentar algumas melhoras, mas acabou não resistindo, vindo a óbito.

 

Acidentes envolvendo churrasqueiras são comuns, por isso, os cuidados devem ser redobrados. O etanol, utilizado como combustível de automóveis, é altamente inflamável, e não deve ser utilizado para acender fogueiras.

 

Fonte: www.i7news.com.br/