Covid-19: Coreia do Norte não participará da Olimpíada de Tóquio

Esta foto de arquivo tirada em 5 de agosto de 2016 mostra a delegação da Coreia do Norte durante a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro| Foto: PEDRO UGARTE / AFPOuça este conteúdo

A Coreia do Norte anunciou nesta terça-feira (6) que não participará da Olimpíada de Tóquio deste ano para proteger os atletas da Covid-19, acabando com as esperanças da Coreia do Sul de que o evento esportivo poderia servir como um catalisador para reaproximar as duas nações, como ocorreu nas Olimpíadas de Inverno de 2018.

“A República Popular Democrática da Coreia decidiu não participar dos 32º Jogos Olímpicos durante a assembleia geral para proteger nossos atletas da situação de crise de saúde global relacionada ao coronavírus, conforme proposto pelos membros do comitê”, disse o site Sports in the DPRK Korea. Esta será a primeira vez desde 1988 que a Coreia do Norte não participa de uma Olimpíada.

Os jogos eram vistos pelo Sul como uma oportunidade de diminuir as tensões com o vizinho do Norte. As relações entre ambos pioraram drasticamente depois que os diálogos entre Pyongyang e Washington fracassaram. Para demonstrar sua insatisfação com Seul, a Coreia do Norte chegou a explodir o escritório de relações intercoreanas na cidade norte-coreana de Kaegson em junho do ano passado, ao anunciar o corte de todas as comunicações com a nação vizinha. A criação deste escritório, em 2018, foi possível após uma aproximação entre os países durante a Olimpíada de Inverno de PyeongChang, na Coreia do Sul, quando atletas do Sul e do Norte se apresentaram juntos, sob a bandeira da unificação da península coreana.

“Esperávamos que a Olimpíada pudesse servir como uma oportunidade para progredir na reconciliação e cooperação intercoreana e para trazer a paz à Península Coreana e é uma decepção que isso tenha se tornado improvável devido à situação da Covid-19”, disse um funcionário sul-coreano do ministério da Unificação, citado pela agência de notícias sul-coreana Yonhap News.

A Coreia do Norte afirma que não tem casos de Covid-19, o que é amplamente questionado por especialistas. Desde o ano passado, o ditador Kim Jong-un colocou controles rígidos nas fronteiras.

Também nesta terça-feira, a agência central de notícias da Coreia do Norte criticou o Japão, anfitrião da Olimpíada deste ano, por causa da recente censura do governo japonês aos disparos de mísseis balísticos de curto alcance de Pyongyang. “É o Japão o país que ameaça gravemente a paz e a segurança da região”, disse a KCNA, afirmando que o comentário do Japão representava uma violação ao direito de autodefesa da Coreia do Norte.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opiniãoEncontrou algo errado na matéria?comunique errosSobre a Gazeta do PovoxSobre a Gazeta do Povo

Fonte: GAZETADOPOVO.COM.BR