Tem até cerveja grátis: veja os incentivos dos EUA para a população se vacinar

Empresas se unem a campanha do governo dos EUA shutterstock Empresas se unem a campanha do governo dos EUA

De cerveja a creche de graça, o presidente americano Joe Biden anunciou novos esforços na quarta-feira (2) para que 70% da população adulta dos Estados Unidos tenham tomado ao menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19 até o 4 de julho, feriado pelo Dia da Independência do país.

O presidente democrata fez da retomada pós-pandemia uma de suas bandeiras prioritárias em seus primeiros meses no governo. A aceleração no programa de vacinação no país puxou uma queda relevante no número de casos, hospitalizações e mortes, tendência que a Casa Branca se esforça para ampliar.

Abstêmio, o presidente elogiou a iniciativa da Anheuser-Busch de dar cerveja de graça a adultos maiores de 21 anos se a meta estipulada pelo governo for cumprida. “Está certo: tome a vacina, ganhe uma cerveja”, disse Biden. “Precisamos que todos no país se unam para cruzarmos a linha de chegada. Eu prometo que podemos fazer isso”.

Você viu?

A companhia, dona de marcas como a Budweiserinformou que vai bancar “a próxima rodada” nos EUA, que poderá ser de cerveja, soda ou outra bebida sem álcool da marca, oferecendo cartões virtuais no valor de US$ 5 se o país cumprir a meta do Dia da Independência. Até aqui, dois terços dos adultos americanos já tomaram a primeira dose, segundo informou o The New York Times.

Cruzar a linha de chegada na data prevista não é tarefa garantida, já que o ritmo de vacinação diminuiu recentemente. A dona da Budweiser embarca na campanha para acelerar a imunização contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2) ao lado de outras companhias e iniciativas focadas em atrair os americanos aos postos de vacinação.

O parque de diversões Six Flags está oferecendo 50 mil ingressos — avaliados em um total de US$ 4 milhões — para incentivar os residentes de Illinois a tomarem a vacina. Outras iniciativas destacadas pela Casa Branca incluem creche gratuita para pais e cuidadores de crianças já vacinados ou se recuperando após a primeira dose; parceria com salões e barbearias com proprietários e clientela negros para encorajar a vacinação e até um passeio comandado pela vice-presidente Kamala Harris .

Fonte: ECONOMIA.IG.COM.BR