Homem vai ao hospital reclamando de dor e médicos encontram uma barata viva em seu ouvido

A barata é um dos insetos mais odiados e aterrorizantes do mundo para algumas pessoas, que não querem nem pensar em se deparar com ela. Agora imagine ir ao médico e descobrir que tem um desses bichos vivendo dentro de seu ouvido. Foi exatamente isso que o homem dessa história passou.

Xiao Li, cuja idade não foi divulgada, é um morador da cidade de Nanjing, que fica localizada na província chinesa de Jiangsu. No meio da noite, o homem acordou sentindo fortes dores no ouvido e logo se preocupou.

Sem saber do que se tratava, o chinês rapidamente procurou um hospital local, onde foi atendido. Na unidade de saúde, o médico de plantão realizou exames no paciente e descobriu algo que ele nem poderia imaginar.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Dentro do ouvido de Xiao havia uma barata viva, abrindo caminho em direção ao seu tímpano. O médico então pôs uma substância líquida no órgão e depois removeu o inseto de maneira segura e realizou a limpeza do ouvido.

O médico lembrou os pacientes de sempre procurarem um hospital caso um objeto estranho ou inseto vivo entre em uma orelha. O profissional de saúde ainda pediu para não tentarem resolver o problema por conta própria, especialmente utilizando objetos como cotonetes, considerando que esse ato pode provocar complicações ainda maiores na situação.

No mês passado, uma menina de seis anos passou pelo mesmo problema de Xiao. A criança havia sentido uma sensação de formigamento dentro do ouvido e os médicos descobriram que se tratava de uma barata viva. A situação foi resolvida da mesma maneira que aconteceu com o chinês.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR