Suspeito do assassinato de jornalista em consulado saudita na Turquia é preso

Como você se sentiu com essa matéria?

Manifestante pede justiça no caso da morte do jornalista Jamal Khashoggi durante protesto em frente à embaixada saudita em Berlim, no ano passadoManifestante pede justiça no caso da morte do jornalista Jamal Khashoggi durante protesto em frente à embaixada saudita em Berlim, no ano passado| Foto: EFE/EPA/HAYOUNG JEONOuça este conteúdo

As autoridades francesas prenderam nesta terça-feira (7), no aeroporto Charles de Gaulle, o saudita Khaled Aedh Al-Otaibi, um dos suspeitos de ter assassinado em 2018 o jornalista Jamal Khashoggi no consulado da Arábia Saudita em Istambul.

Segundo a imprensa francesa, o homem foi identificado porque mostrou o passaporte verdadeiro para embarcar no avião. O suspeito permanecerá sob custódia enquanto as autoridades decidem sobre a sua extradição.

Khaled Aedh Al-Otaibi, de 33 anos, ex-membro da guarda real da Arábia Saudita, era uma das 20 pessoas procuradas pela Interpol neste caso.

A prisão ocorre poucos dias após a polêmica visita do presidente da França, Emmanuel Macron, à Arábia Saudita, onde se encontrou com o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman.

Este foi o primeiro encontro do príncipe herdeiro com um chefe de Estado ocidental desde o assassinato de Khashoggi no consulado saudita em Istambul.

Khashoggi, um dissidente que morava nos Estados Unidos e colunista do jornal Washington Post, tinha entrado na delegação diplomática em 2 de outubro de 2018 para obter a documentação que necessitava para se casar com a noiva, Hatice Cengiz. Mas o jornalista de 59 anos nunca mais saiu do edifício, nem foi encontrado qualquer vestígio do seu corpo.

Em 31 de outubro de 2018, o procurador-chefe de Istambul, Irfan Fidan, concluiu que muito pouco tempo depois de entrar no consulado, o jornalista foi morto por asfixia e o seu corpo desmembrado.

Riad admitiu que agentes do governo saudita mataram Khashoggi no consulado em Istambul e condenou cinco pessoas envolvidas, sem oferecer detalhes específicos do julgamento, mas o príncipe herdeiro nega constantemente qualquer envolvimento no episódio.

Deixe sua opinião

Como você se sentiu com essa matéria?

Veja mais matérias que causaram reações nos leitoresAtualizado às

Encontrou algo errado na matéria?comunique errosSobre a Gazeta do PovoxSobre a Gazeta do Povo

Fonte: GAZETADOPOVO.COM.BR