Esses são os melhores tecidos para sofá para quem tem pet

Esses são os melhores tecidos para sofá para quem tem pet

Foto: Reprodução Esses são os melhores tecidos para sofá para quem tem pet

Ter um animal de estimação em casa traz muitas alegrias, mas também pode apresentar desafios quando se trata de manter seus móveis em bom estado. Escolher o tecido certo para o sofá é essencial para garantir durabilidade e facilidade de limpeza.

Selecionamos os melhores tecidos para sofá para quem tem pet para facilitar a higienização do seu ambiente. Ao escolher um tecido para o seu sofá, leve em consideração não apenas a durabilidade e a resistência a manchas, mas também o conforto e o estilo. Com as opções certas, você pode desfrutar de um sofá bonito e funcional, mesmo com a presença de um pet em casa .

Confira os melhores tecidos para sofá para quem tem pet

Vamos te mostrar os tecidos ideais para sofás de ambientes com presença de pets.

Informações importantes

Segundo Fritz Paixão, CEO da CleanNew, ao site casa vogue uma das principais redes de higienização e blindagem de estofados do país, o tecido mais conhecido por ser pet friendly é o couro natural ou sintético. “É mais resistente a odores e de fácil limpeza”, comenta. Outros tecidos indicados são o suede, a sarja e a lona de algodão, que também suportam bem arranhões e possuem uma higienização simples.

“Indicamos tecidos com a trama bem fechada para evitar que puxe fio. Porém, o veludo e o suede, apesar de terem a trama fechada, podem ser marcados com facilidade”, comentam os representantes da Anjos Colchões e Sofás, Vinicios Fronteli e Suzana Cavalheiro. Além disso, já existem no mercado tecidos especialmente desenvolvidos para quem tem um animal de estimação, que são desenvolvidos com revestimentos tecnológicos fáceis de limpar, com proteção antibacteriana e resistentes contra odores e rasgos.

Para gatos

Para os gateiros de plantão, vale dizer que o couro pode não ser o tecido ideal, já que as garras dos felinos podem danificá-lo – para evitar o estrago, é recomendado investir em um arranhador. Para este caso, o suede e o aquablock podem ser as melhores opções. “Apesar de serem menos confortáveis, ambos permitem uma melhor conservação”, explica Rodrigo Ressurreição, fundador e CEO da Total Clean, uma franquia especializada em limpeza e impermeabilização de estofados.

Limpeza e cuidados

Além de não absorver muita sujeira, o couro é o tecido mais fácil em relação à limpeza, basta utilizar um aspirador de pó ou recorrer a um pano úmido com um pouco de sabão neutro. A sarja e a lona de algodão também podem ser higienizadas com esta última técnica, porém, por serem permeáveis e absorverem líquidos com facilidade, certifique-se que o tecido fique bem seco para evitar a proliferação de mofo.

O suede, assim como o couro, também pode ser aspirado – ele é fabricado a partir do poliéster e é um dos tecidos mais utilizados para sofás. O aquablock, feito de poliéster e algodão, é um dos mais resistentes, suportando a ação do sol e repelindo bem a água. Quanto à limpeza, aposte também em um pano umedecido.

Recomendações importantes

“Sempre passe o pano no sentido da trama. Não é recomendado utilizar produtos químicos, pois há o risco de danificar o tecido. O indicado é fazer uma limpeza no mínimo uma vez a cada duas semanas”, esclarecem Vinicios Fronteli e Suzana Cavalheiro. Além disso, Rodrigo Ressurreição aconselha a realização de uma higienização profissional quando o tecido estiver muito sujo: “É importante fazer uma limpeza especializada com produtos e equipamentos profissionais para retirada de sujidade, fungos, ácaros e bactérias”.

Para completar, pense na possibilidade de investir no serviço de blindagem do sofá, que funciona como uma camada protetora capaz de impedir a absorção de líquidos, ácaros e fungos, facilitando a limpeza e aumentando o tempo de conservação e a qualidade original do tecido. “Além de proteger contra manchas, fortalece as fibras e encapsula a urina em caso de acidentes com pets, já que ela não terá a possibilidade de alcançar a fibra e consequentemente estragá-la. Caso isso aconteça com o tecido blindado, basta usar um guardanapo ou uma flanela branca para retirar todo o excesso de urina”, afirma Fritz Paixão.

E aí, curtiu essa matéria? Então conheça e siga a gente em nossos perfis no FacebookInstagramTwitter e Pinterest para conferir muito mais!

Fonte: CANALDOPET.IG.COM.BR

FXSuperCach pc