Conheça a história da empreendedora que saiu do emprego como babá para fundar badalada loja de moda feminina em Cerejeiras

 
Valquíria saiu de casa para estudar, mas se realizou na arte de vender
 
Uma cliente decide ir uma loja personalizada nos fundos de uma residência recém-construída na rua Porto Velho, no bairro Alvorada, em Cerejeiras.
 
Ao chegar, a cliente passa pela calçada de pedra, entra pelo portão, passa próximo a uma picape branca nova na garagem da frente e, aos fundos, finalmente é recepcionada pela sorridente Valquíria Souza, conhecida como Val, a jovem empreendedora que fundou a loja. Esta loja é a “Closet da Val”, que virou sensação entre as mulheres em Cerejeiras.
 
Por trás deste empreendimento, porém, existe uma trajetória de dificuldades e superação. Antes de virar empreendedora, a jovem saiu de casa aos 17 anos para estudar e buscar uma vida melhor. Ela morava em Vitória da União e se mudou para Cerejeiras por volta de 2013.
 
Ao chegar à cidade cerejeirense, Val foi diarista, balconista de mercado, ajudante de farmácia, atendente de banco postal, babá, doméstica e, por fim, decidiu se dedicar ao que mais gosta: “sempre gostei de vender. Já vendi Avon, Natura, Boticário e Hermes. Depois abri uma MEI e comecei a vender lingerie. Depois as vendas foram aumentando e agora tenho a minha loja”, diz a empreendedora.
 
Durante o tempo em que trabalhou em seu vários empregos, Val começou a estudar Ciências Contábeis, mas não conseguiu concluir o curso porque não dava conta de as mensalidades na época. Mas atualmente ela está cursando Administração e fazendo cursos de alta qualificação, como um chamado de Consultoria de Imagem (este treinamento online custou mais de R$ 5 mil).
 
Atualmente, o Closet da Val tem clientes espalhadas pela região de Cerejeiras e vende roupas de estilos chamados de “moda casual chique” e “moda blogueira estilo tumblr”. A empresa tem uma página no Instagram, com mais de 3 mil seguidores, e acaba de abrir um site na internet. Além das clientes que atende presencialmente, o Closet da Val atende pela internet em várias cidades de Rondônia.
 
Oito anos após sair de casa com uma mão na frente e outra atrás para procurar uma vida melhor, a empreendedora tem casa própria construída num terreno ao lado onde um dia morou de aluguel, carro zero na garagem, um negócio com inúmeras clientes e, além de tudo, segundo afirma, é bem casada. “Encontrei o amor da minha vida”, fala sobre o marido, Leonardo, um pedreiro que também tem um tino empreendedor e que neste ano abriu uma microempresa para pegar suas empreitas de construção.
 
Ao ser questionada sobre porque decidiu empreender, Val é categórica: “sempre gostei de ser independente e ter as minhas coisas. Empreender é uma forma que encontrei de realizar meus sonhos”.
 
 
 

Fonte: FOLHADOSULONLINE.COM.BR