Presa em Rondônia mulher acusada de matar e esquartejar o próprio filho, um bebê, em cidade de MT; ela diz que namorada cometeu o crime

 
 
Corpo do menino foi desenterrado por cadela na cidade de Sorriso
 
A Polícia Civil prendeu hoje a mãe do bebê Brian, encontrado enterrado no quintal de uma residência em Sorriso, a 396 quilômetros de Cuiabá, em Mato Grosso, na tarde de ontem (segunda-feira, 17). A mulher de 22 anos, identificada como Ramira Gomes, foi presa em Rondônia, dentro de uma embarcação tentando fugir para Manaus.
 
De acordo com a Polícia Civil, Ramira trabalha como garota de programa e dividia a casa com outras duas mulheres. A embarcação em que a suspeita estava chegaria em Manaus na manhã de quarta-feira (19). 
 
Ainda de acordo com a polícia, ainda não há indícios da participação de outras pessoas no crime. Porém, em conversas preliminares com policiais de Rondônia, a mãe da vítima disse que o brutal assassinato teria sido cometido por sua namorada.
 
A criminosa teria lavado a casa na tentativa de esconder os vestígios do crime, já que a criança teve os membros cortados.
 
CRIME
Uma cadela desenterrou o corpo do menino, de cinco meses, no quintal de uma residência rua Itajaí, no bairro Benjamin Raiser, em Sorriso, no início da tarde de segunda-feira, 17. 
 
O corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição e estava com os braços e pernas amputados. A principal suspeita do crime é a mãe da criança, identificada como Ramira Gomes, de 22 anos.
 
 

Fonte: FOLHADOSULONLINE.COM.BR