Desentendimento em balneário acaba em tentativa de homicídio; briga deixou comerciante e banhista feridos

 
Briga teria começado por causa do uso de cadeiras de bar
 
Um homem ficou ferido após discutir com o dono de um bar instalado no Balneário Piracolino na tarde deste sábado, 31. O local da briga fica a cerca de 4 km da área urbana de Vilhena.
 
De acordo com informações obtidas pela reportagem do FOLHA DO SUL ON LINE, um grupo de quatro pessoas, mais uma criança, estava no local, usando as cadeiras do bar.
 
O dono do estabelecimento, identificado apenas como “Gaúcho”, explicou que as cadeiras eram dele e pediu que as pessoas se retirassem. Em seguida, foi para sua casa.
 
Um dos banhistas, que já estava bebendo com os companheiros há várias horas, não gostou da reprimenda, foi até a residência de Gaúcho e, com um pedaço de madeira, bateu no chão, aparentemente desafiando-o para a briga.
 
O dono do bar pegou um facão, mas foi desarmado pelo próprio filho.
 
Já o agressor, que havia ficado apenas com uma lasca de madeira na mão, após o objeto rachar durante a batida que havia dado no chão, foi agredido com a própria “arma” improvisada.
 
Atingido na cabeça e na costela pelo toco de madeira, o banhista também atingiu o dono do balneário com outro pedaço de pau.
 

Fonte: FOLHADOSULONLINE.COM.BR