Arquivos trocados por vírus: falha no Google Drive afeta usuários

Unsplash/Mitchell Luo Google Drive tem falha que prejudica usuários

Uma falha no gerenciamento de versões do Google Drive pode permitir que criminosos substituam arquivos legítimos por malware , facilitando um ataque aos computadores de suas vítimas.

Leia também

O recurso permite que um arquivo compartilhado seja atualizado com uma nova versão, sem que o link de compartilhamento seja modificado. Algo muito útil em um cenário corporativo, onde múltiplas pessoas precisam ter sempre à mão a versão mais recente de um documento.

Mas de acordo com o administrador de sistemas A. Nikoci, que reportou a falha ao site Hacker News, o Google Drive não verifica se a nova versão de um arquivo é do mesmo tipo do original, ou sequer se tem a mesma extensão.

Para piorar, quando uma nova versão de um arquivo é adicionada, o Google Drive continua mostrando o nome, e o preview do arquivo original, não importa qual o tipo ou conteúdo da nova versão. Veja um “passo-a-passo” da falha abaixo:

Ou seja, um documento como um contrato, chamado contrato.doc, por exemplo, pode ser substituído por um executável com malware chamado contrato.doc.exe. Como o Windows , por padrão, esconde as extensões no nome dos arquivos, o usuário que o baixar verá apenas “contrato.doc”. E ao dar dois cliques no arquivo para abrí-lo, na verdade, estará executando um programa.

Segundo Nikoci, a falha foi reportada ao Google , mas continua sem correção. A empresa não se posicionou sobre o problema.

Fonte: tecnologia.ig.com.br/olhar-digital/2020-08-24/arquivos-trocados-por-virus-falha-no-google-drive-afeta-usuarios.html