Recém-nascido é encontrado em caixa de isopor às margens de BR ‘Ainda ligado à placenta’

Um recém-nascido foi encontrado após ser abandonado pela mãe em uma caixa de isopor às margens da BR-040, no Distrito Federal. O bebê foi encaminhado para o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), onde está recebendo cuidados médicos.

De acordo com o Conselho Tutelar da região, o bebê foi encontrado entre Luziânia e Cristalina, no Entorno, durante a manhã desta quarta-feira (4).

Em entrevista ao G1, Hessley Santos, membro do Conselho Tutelar disse que o menino ainda estava ligado à placenta, e teve que ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O caso foi registrado na 33ª Delegacia de Polícia do município de Santa Maria, caracterizado como abandono de incapaz.

“Estamos aguardando a criança receber alta. Nós iremos comunicar o Ministério Público para fazer o acolhimento da criança aqui no DF”, explicou Hessley ao G1.


“A equipe hospital deu a ele o nome de Daniel”
, disse o conselheiro. 

Estado de saúde

De acordo com o conselheiro, Daniel não corre risco de vida. Até o momento, nenhum responsável pela criança havia sido identificado. O abandono de uma criança é considerado crime segundo o Código Penal. A entrega para adoção, no entanto, é liberada por lei. 

Segundo Hessley Santos, o menino não core risco de vida. Até a última atualização desta reportagem, nenhum responsável pela criança havia sido identificado.

O abandono de uma criança é considerado crime pelo Código Penal. Já a entrega para a adoção está prevista em lei.

Há pouco mais de três anos, os hospitais públicos e privados, UPAs e postos de saúde do Distrito Federal são obrigados a exibir placas informando sobre a entrega segura e sigilosa de crianças para o processo de adoção.

Fonte: i7 News