Mulher de personal agradece apoio do marido e diz que buscará a Justiça contra morador de rua

Após deixar a clínica psiquiátrica onde ficou internada por vários dias, Sandra Maria Fernandes abriu o jogo e se manifestou pela primeira vez após toda a polêmica envolvendo sua vida pessoal. De acordo com o site Metrópoles, Sandra foi flagrada pelo marido mantendo relações íntimas com o morador de rua Givaldo Alves.

Eduardo Alves, marido de Sandra, espancou o morador de rua por acreditar que ele estaria abusando de sua esposa. O caso ganhou grande repercussão nacional e foi muito comentado nas mídias sociais. Givaldo concedeu entrevista ao Metrópoles e contou detalhes sobre o encontro com a mulher.

Segundo ele, as relações íntimas foram consentidas. À época, o morador de rua foi duramente criticado por contar detalhes íntimos do encontro. Fora da clínica psiquiátrica, Sandra revelou ter sido vítima de um surto e garantiu que buscará Justiça contra Givaldo, que, segundo ela, a teria usado em um momento de alucinações.

Sandra ainda agradeceu ao apoio do marido, que sempre a defendeu e apoiou. Em entrevista a Leo Dias, Eduardo Alves afirmou que confiava na esposa, e que, de fato, ela teria tido um surto psicótico, pois nunca se submeteria a uma situação como essa. Em desabafo, Sandra alega ter sido usada pelo morador de rua em um momento que não respondia por si.

Me colocaram num contexto NOJENTO e SÓRDIDO“, disse a esposa do personal trainer. Ela ainda afirmou que estava muito triste com todas as palavras negativas que recebeu, inclusive por parte de mulheres. Sandra afirmou que teve sua vida devastada e exposta de maneira vexatória.

i7 News