Inusitado – Após tentativa de ultrapassagem e se envolver em acidente, casal em visível estado de embriaguez, invade quartel da PM em Rolim de Moura, ameaça vítima, xinga policiais e acaba preso

Um caso inusitado ocorreu nesta tarde de sábado (26) em Rolim de Moura (RO). Um condutor de um automóvel Volkswagem Gol trafegava pela RO-383, sentido Santa Luzia do Oeste a Rolim de Moura, quando em dado momento foi surpreendido pelo condutor de um veículo Fiat Uno, que ao tentar realizar uma ultrapassagem atingiu e danificou o Gol.

Devido ao incidente, o condutor do Gol teria feito uma advertência ao outro motorista, que indignado parou o veículo Uno e passou a fazer ameaças de morte ao condutor do automóvel atingido.

A vítima acionou a Polícia Militar através do telefone de emergência, no entanto, todas as equipes policiais de serviço estavam envolvidas em ocorrências. A vítima então optou por deslocar-se diretamente ao Quartel para fazer o registro do fato, todavia, passou a ser seguido pelo condutor que ocasionou o acidente e procedeu as ameaças.

Ao adentrarem no Quartel, a esposa do condutor do Fiat Uno imediatamente começou a desacatar (xingar) os militares, responsáveis pela coordenação do serviço (receber as demandas de emergências e distribuição das equipes a realizar o atendimento).

Conforme ocorrência policial, a mulher que estava em visível estado de embriaguez alcoólica teria relatado que o quartel da PM era um “puteiro”, além de xingar os policiais de outros vários palavrões. Seu marido, o condutor do Uno, que também estava em visível estado de embriaguez, relatou ter ingerido bebidas alcoólicas e recusou-se a fazer o teste do etilômetro.  

O condutor e a esposa resistiram à prisão e foi necessário algemá-los para serem apresentados na UNISP local. Uma ocorrência policial de desacato, embriaguez, resistência à prisão e ameaça foi registrada. O motorista do Uno foi autuado em flagrante delito pelo delegado de plantão por crime de embriaguez na direção e também foi indiciado junto com a esposa, e responderão pelas infrações de menor potencial ofensivo a Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCO).

Junto com o casal estavam dois filhos, um de 11 e outro de apenas 04 anos, os quais foram apresentados ao Conselho Tutelar e posteriormente foram entregues a um familiar. O veículo Fiat Uno foi removido a CIRETRAN após notificação de autuação por infração de trânsito.

fonte: alertarolim