Em Cerejeiras, homem de 85 anos é três vezes vítima de furto de celular, todos levados por mulheres usuárias de drogas

Nenhum dos aparelhos foi recuperado pela polícia
 
Uma mulher de 29 anos furtou o celular de um idoso de 85 anos em Cerejeiras no último final de semana. O crime aconteceu no sábado, dia 26, na própria residência do ancião. Detalhe: o aposentado já tinha sido vítima do furto de outro celular dias antes.
 
Segundo a denúncia feita à polícia, a mulher chegou à casa do ancião e, na base da conversa, começou a distraí-lo. Ela disse para o idoso que sabia quem tinha furtado o celular dele dias atrás. Neste momento, ela subtraiu o celular do idoso, um Samsung novo, que a vitima tinha comprado no mesmo dia.
 
Após denúncia feita pela vítima, a Polícia Militar fez buscas em uma “boca de fumo”, onde encontrou a mulher de 29 anos acusada do furto. Ao ser abordada, ela confessou o crime e disse que trocou o aparelho com um casal por uma “paranga” de droga.
 
Ao ser questionada pelos policiais, essa segunda mulher disse que comprou o celular, mas que já tinha vendido o aparelho por um valor correspondente a R$ 200,00 para um desconhecido num Uno preto, que tinha dado carona para ela. Ao ser perguntada sobre para quem vendeu o celular, a mulher disse que não sabe quem é e que nem tinha recebido o dinheiro.
 
O caso foi denunciado na Polícia Civil de Cerejeiras, onde a suspeita do crime compareceu para prestar depoimento.
 
Após registro do caso, três dias depois (dia 28), o idoso compareceu à delegacia e disse que não foram só os dois celulares que foram furtados, mas que a referida mulher tinha furtado um outro,  três meses atrás. Nenhum dos aparelhos foi recuperado pela polícia.

Fonte: folhadosulonline