Garoto de 7 anos sofre AVC durante festa de aniversário; mãe pensou que o filho estava fazendo birra

Garoto de 7 anos sofre AVC durante festa de aniversário; mãe pensou que o filho estava fazendo birra

O garotinho Max Davenport, do Reino Unido, se divertia normalmente em sua festa de aniversário. Feliz com a celebração, ele estava completando sete anos. No entanto, ele se agachou de repente e começou a se contorcer. A mãe do menino, Michelle Davenport, pensou que era apenas uma brincadeira boba do filho, mas logo ele ficou paralisado e não conseguia falar. 

Foi nesse instante que a mãe notou que não se tratava de uma brincadeira e que era algo mais sério. O garoto sofreu um AVC – Acidente Vascular Cerebral, conhecido popularmente como derrame cerebral. O fato aconteceu no ano de 2016, mas ela somente resolveu falar sobre o assunto recentemente para alertar outros pais sobre o risco.

Antes de sofrer o derrame, a mãe contou que o filho estava bem. Contudo, quando eles pararam para almoçar, o menino reclamou de dor de cabeça e notou que o pequeno estava mais quieto.  “Max tem TDAH (transtorno do déficit de atenção e hiperatividade) e normalmente é hiperativo. Eu dei a ele um copo de água e pensei que ele estava com calor por andar por aí”, contou a britânica.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

A mãe disse que foi tudo muito rápido. Em um momento ele se divertia com os amigos e depois estava no chão. Quando olhou para o filho deitado no chão, o menino estava branco e com a boca deformada. A família chamou a ambulância e o pequeno foi levado ao hospital. Após ser submetido a exames, os profissionais constataram que o garoto havia sofrido um derrame isquêmico.

O menino teve que ficar seis meses internado para se recuperar e precisou de muita fisioterapia. Além disso, teve que reaprender todas as tarefas cotidianas com a ajuda de um terapeuta. Aos 10 anos, ele já consegue andar novamente, porém, tem bastante dificuldade de movimentar a mão.

Michelle resolveu compartilhar a sua experiência com o filho para alertar outros pais que crianças podem sofrer AVC. A grande maioria acredita que os derrames afetam somente os mais velos, mas pode ocorrer também com as crianças.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR