Carros caíram em canal, um homem morreu e hospital inundou no RJ

Gabriel de Paiva/Agência O Globo – 02.04.2022 Em Nova Iguaçu, chuvas fortes levam carros para dentro do canal da rua Guadalajara, em Santa Eugênia

A  tempestade que atingiu o Rio de Janeiro na última sexta-feira e perdurou durante a madrugada de sábado deixou consequências tristes em muitas áreas do Estado. Na Baixada Fluminense, municípios tiveram ruas completamente alagadas e a água chegou a entrar na casa de moradores. Em Belford Roxo, 300 pessoas ficaram desalojadas. Em Nova Iguaçu a situação não foi diferente. Carros chegaram a cair dentro de um canal devido ao volume das chuvas.

Em Mesquita, Daniel Ribeiro, de 38 anos, morreu devido ao temporal. O Corpo de Bombeiros informou que o ocorrido se deu por volta da meia-noite e meia. A Defesa Civil informou ao G1 que a causa da morte teria sido uma descarga eletrica no Centro do município. Ainda de acordo com o portal, o homem estava tentando salvar uma pessoa quando acabou levando uma descarga elétrica em um poste de iluminação.

A p refeitura de Belford Roxo informou que houve deslizamentos nos bairros Shangrilá e Santa Maria . Na Vila Pauline foram registrados dois desabamentos, mas sem vítimas. O município teve 180 pontos de alagamento e choveu 228 milímetros em apenas duar horas.

Também em Nova Iguaçu, a água chegou a entrar nos corredores do Hospital Estadual Dr Ricardo Cruz (HERCruz), em Nova Iguaçu. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que não houve danos aos pacientes e nem a equipamentos no local e que equipes da unidade do hospital já estão retirando a água e limpando o local. Nenhum paciente precisou ser transferido até o momento.

Confira a nota completa da SES sobre hospital atingido pela chuva em Nova Iguaçu:

Leia Também

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informa que, devido às fortes chuvas que atingiram a Região Metropolitana do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (01.04), houve alagamentos na cidade de Nova Iguaçu, o que atingiu o Hospital Estadual Dr Ricardo Cruz (HERCruz). Por se tratar de uma unidade abaixo do nível da rua, a água entrou nos corredores do hospital, porém não houve dano aos pacientes nem a equipamentos. Essa é a primeira vez que a água da chuva entra no hospital.

Equipes da unidade estão realizando a retirada da água e a limpeza do hospital. Não foi necessária a transferência de pacientes, que continuam sendo assistidos pela equipe médica de plantão.

A rua de acesso à unidade ainda está com alagamentos e, portanto, a Subsecretaria de Unidades Próprias (SUBUP) determinou momentaneamente a suspensão de transferência de pacientes para o HERCruz. A  SUBUP já identificou leitos de retaguarda em outras unidades caso, em algum momento, seja necessária a retirada dos pacientes da unidade.

A SES ressalta que está prestando toda assistência aos pacientes e buscando resolver a situação causada pelas chuvas o mais rápido possível.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

Fonte: ULTIMOSEGUNDO.IG.COM.BR